Goiânia, 25 de abril de 2017    




Notícias

(19/08/2010) Idtech é primeira instituição a habilitar-se para receber o selo Milton Gonçalves

Secretário de Políticas para Igualdade Racial, José Eduardo da Silva Batista, informou que o Instituto será presença confirmada na recepção ao ator e diretor que dá nome e ilustrará o selo, em novembro

O Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idtech) foi a primeira instituição a manifestar interesse em habilitar-se para receber o Selo Milton Gonçalves, cujo objetivo é diferenciar empresas e organizações que cumprem sua parcela de responsabilidade social e incorporam políticas afirmativas de inclusão social.

Foi o que informou ontem, durante visita ao Instituto, secretário de Políticas para Igualdade Racial da Prefeitura de Goiânia, José Eduardo da Silva Batista. Diante deste interesse, o assessor disse estar confirmada a presença de representantes do Idtech na recepção ao ator e diretor Milton Gonçalves, que dá nome e ilustrará o selo. O homenageado, que possui um importante histórico de militância no movimento pela democracia racial brasileira, visita Goiânia no mês de novembro.

Durante a visita, em que conheceu as políticas de inclusão social, racial e de gênero implantadas pelo Idtech, organização social que gerencia a Central de Atendimento ao Cidadão – Teleconsulta, José Eduardo da Silva Batista manifestou satisfação ao ser informado que o Instituto assinou acordo coletivo de trabalho concedendo as licenças maternidade e adoção de até seis meses, incluindo casais em união estável homoafetiva. “É difícil ver instituições que não pertencem ao serviço público aderirem a práticas como essas”, elogiou.

Como a assessoria trabalha por meio de parcerias e na articulação da adesão às políticas de inclusão e ações afirmativas, o assessor fez várias propostas e sugestões que posteriormente serão encaminhadas por escrito ao Idtech, para que possam ser avaliadas pelo Conselho de Administração do Instituto.

Entre as propostas estão a inclusão nos processos seletivos da Instituição de alunos dos cursos de capacitação articulados por meio da Assessoria; parceria para capacitação de jovens, candidatos ao primeiro emprego – inclusive por meio do Centro de Inclusão Digital do Trabalhador, projeto do Idtech em parceria com o Procon – e inclusão nos processos seletivos de portadores de necessidades especiais, inclusive de deficiência auditiva – que poderiam ser aproveitados pela Central de Processamento de Dados (CPD).

Outra sugestão foi a de que o Idtech inclua no cadastro do Teleconsulta e de outros formulários utilizados para cadastramento de usuários de serviços gerenciados pelo Instituto, um campo para investigação de etnia. O objetivo é apurar que porcentual da população atendida pertencente a cada raça. Essa informação, destacou o assessor, pode ser utilizada inclusive no planejamento de ações de saúde, uma vez que a população afrodescendente tem particularidades como maior prevalência de genes que predispõem à anemia falciforme, só para citar um exemplo.

José Eduardo da Silva Batista foi recebido pela coordenadora técnica do Idtech, Maria Aparecida Sardinha, e pelo coordenador administrativo e financeiro, Lúcio Dias Nascimento. O secretário estava acompanhado de sua secretária, Alessandra Macedo de Brito; da coordenadora do Programa de Ações Afirmativas, Nauza Maria da Silva, e da estagiária de publicidade, Manoela Augusta da Silva, da assessoria de comunicação.

Fonte: ASCOM/IDTECH






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700