Goiânia, 19 de novembro de 2017    




Notícias

(02/09/2010) Milton Gonçalves conhece o Idtech e posa com colaboradores para foto

Acompanhado com o secretário de Políticas para a Igualdade Racial, José Eduardo Batista, ator se interessou pelos projetos de assistência social. Descontraído, conversou com a equipe e parabenizou o trabalho

O ator Milton Gonçalves, uma das vozes do movimento negro no Brasil, visitou o Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idtech), para conhecer os projetos de inclusão social desenvolvidos pela organização em Goiás. Milton Gonçalves dá nome e personaliza o selo criado pela Prefeitura de Goiânia com o objetivo de estimular a inclusão no mercado de trabalho de negros, portadores de necessidades especiais e homossexuais. O Idtech é a primeira organização a manifestar interesse em habilitar-se para receber a chancela.

Descontraído e contestador, Milton mostrou sua preocupação com o acesso dos jovens à informática e elogiou o uso da tecnologia a favor da cidadania. Acompanhado com o secretário de Políticas para a Igualdade Racial, José Eduardo Batista, a visita do ator ocorreu na noite de quarta-feira, dia 1 de setembro de 2010.

Durante conversa com os coordenadores do Idtech, Milton Gonçalves afirmou que considera importante adotar políticas para que negros se insiram no mercado de trabalho, mas desde que haja o cuidado para não gerar preconceito. Criticou o termo “afrodescendente”. “Eu não sou descendente de toda a África”, disse. O bate papo informal passou também pela questão da acessibilidade aos deficientes físicos. O ator mostrou-se preocupado não só com a questão racial, mas com toda a população que sofre com a falta de interesse político com as minorias.


Políticas de inclusão

No ano passado, o Idtech assinou acordo coletivo de trabalho concedendo as licenças maternidade e adoção de até seis meses, incluindo casais em união estável homoafetiva. “É difícil ver instituições que não pertencem ao serviço público aderirem a práticas como essas”, elogiou o secretário de Políticas para Igualdade Racial ao visitar a instituição, no dia 18 de agosto.

Acatando sugestão do secretário José Eduardo da Silva Batista, o Idtech incluirá em seus processos seletivos alunos dos cursos de capacitação articulados por meio da Assessoria Especial de Políticas para a Igualdade Racial (ASPPIR) e portadores de necessidades especiais, inclusive de deficiência auditiva – que poderiam ser aproveitados pela Central de Processamento de Dados (CPD). O Instituto também atuará em parceria com a Assessoria na capacitação de jovens, candidatos ao primeiro emprego – inclusive por meio do Centro de Inclusão Digital do Trabalhador, projeto do Idtech em parceria com o Procon.

O coordenador executivo do Idtech, José Cláudio Romero, também apresentou o Projeto de Trabalho Técnico Social desenvolvido pelo Instituto nos conjuntos habitacionais da Prefeitura, que atende moradores de baixa renda. Ele deu destaque aos cursos de profissionalização desenvolvidos para garantir a empregabilidade destes moradores.


Descontração

Ao conhecer a Central de Atendimento ao Cidadão – Teleconsulta, Milton Gonçalves brincou com os colaboradores e fez perguntas sobre o serviço. Horário de funcionamento, prioridades e abrangência foram algumas dúvidas do ator. “Negro tem prioridade?”, perguntou rindo. A coordenadora do Idtech, Maria Aparecida Sardinha, respondeu no mesmo tom: “Tem sim. Idoso, criança e gestante negra têm a mesma prioridade!”

Mesmo com compromisso marcado na 41º Festa em Louvor a Nossa Senhora do Rosário na Vila João Vaz, Milton Gonçalves fez questão de atender os pedidos de fotos com os colaboradores. O ator encantou a todos com o seu bom humor e ainda ficou para um coquetel de boas vindas, onde teve a chance de conversar mais com os coordenadores e equipe do Instituto.


Fonte: IDTECH






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700