Goiânia, 25 de abril de 2017    




Notícias

(09/12/2010) Mais de cem pacientes do Corae participam do Soliedariedade.ponto.com

No projeto realizado pelo Idtech, alguns alunos nunca haviam tido contato com o computador. Usuários do Twitter também participaram mandando mensagens positivas

Com 27 anos de idade, Maicon Sousa de Jesus, nunca havia mexido em um computador. Portador de encefalopatia, ou seja, uma deficiência no encéfalo, o seu primeiro contato com a máquina foi no Projeto Solidariedade.ponto.com, realizado pelo Idtech na quinta-feira, dia 9 de dezembro no Centro de Orientação, Reabilitação e Assistência ao Encefalopata (Corae). A felicidade daquele momento inédito foi estampada pelo sorriso. Ao ser questionado que tipo de jogo preferia, ele disse que não gostava dos jogos violentos.

Maicon gostou do jogo de corrida de carros. Assim como ele, os pacientes e alunos do Corae mostraram um enorme carinho pela equipe do Projeto. A pequena Vitória Serra Moraes, de 8 anos, não queria sair da frente da máquina. “Acho que é uma ótima iniciativa, já que os computadores trabalham bastante com a mente”, disse a mãe Ieda da Silva Serra sobre o Projeto Solidariedade.ponto.com.

A professora Márcia Dorotea Cotrim também não escondeu a satisfação em ver seus alunos interagirem com a máquina. “Muitos daqui nunca tiveram contato com o computador, está sendo um momento muito especial para eles, que estão se comportando super bem. Uma menina com dificuldade motora, que é bem apática, quando viu os movimentos das imagens, respondeu bem ao estímulo visual”, disse.

De acordo com uma das fundadoras do Corae, Lieni Porta Pereira, o Projeto Solidariedade.ponto.com contribui para o aprendizado pedagógico e também na coordenação motora dos portadores de encefalopatia. A entidade, fundada há 38 anos, busca elevar ao máximo o potencial dos seus pacientes e alunos. O centro de reabilitação conta com uma equipe multidisciplinar com profissionais nas áreas da fisioterapia, fonoaudiologia, terapia ocupacional, serviço social, odontologia, entre outros.

Os usuários do Twitter também participaram do Projeto Solidariedade.com por meio do “twittaço do bem”. Centenas de tuiteiros mandaram mensagens para o @idtechorg, com palavras positivas, incentivando a luta dos pacientes. Além disso, duas jornalistas, Márcia Fabiana e Ítala Carvalho, também tiveram o interesse em trabalhar como voluntárias do Corae, quando viram as notícias postadas sobre a entidade no miniblog.

Projeto
O Projeto Solidariedade.ponto.com está sendo realizado em comemoração aos cinco anos do Idtech. Serão seis edições no prazo de um ano. No Corae, foi a segunda e última de 2010. A primeira ocorreu em setembro, na pediatria do Hospital Araújo Jorge, referência para a Região Centro-Oeste no tratamento de câncer. Durante a sessão de quimioterapia, um momento difícil para os pacientes, as crianças e adolescentes puderam se distrair usando os computadores. Elas foram encorajadas pelas mais de mais de 450 mensagens de amor, força e esperança enviadas no “twittaço do bem”.


Fonte: ASCOM/IDTECH






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700