Goiânia, 18 de novembro de 2017    




Notícias

(05/05/2011) Teleconsulta está pronto para o agendamento escalonado proposto pela Prefeitura

Agendamento distribuído de acordo com os horários dos médicos é aspiração antiga do Idtech, parceiro da Secretaria Municipal de Saúde no projeto, estruturação e gerenciamento da Central de teleagendamento

A Prefeitura de Goiânia anunciou na manhã desta quarta-feira, dia 4 de maio, um pacote com 20 medidas para melhorar o atendimento na Saúde Pública da capital. As mudanças contemplam uma aspiração antiga do Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idtech), organização social parceira da Secretaria Municipal de Saúde que projetou, estruturou e gerencia a Central de Atendimento ao Cidadão – Teleconsulta. A partir das mudanças anunciadas, o agendamento de consultas pelo Teleconsulta será feito de forma escalonada e não mais para o início do horário do médico, prática adotada desde a inauguração do serviço pela administração municipal.

Pelo sistema antigo, se o médico começava a atender às 10 horas e cumpria carga horária de 4 horas diárias, as consultas eram todas agendadas para 9h30. Se ele começava às 14 horas, os agendamentos eram feitos para 13h30, e assim por diante. A antecipação de meia hora era adotada, com exceção do primeiro horário, às 7 horas, para permitir que os atendentes da unidade de saúde tivessem tempo para buscar o prontuário dos usuários. Esse sistema já permitia um fracionamento da demanda, evitando um congestionamento das unidades de saúde, mas impunha aos usuários uma espera maior. Para quem estava agendado por último, dependendo da carga horária do médico, a espera chegava a 4 horas.

O sistema Call Med, desenvolvido pelo Idtech especialmente para o Teleconsulta, permite que o agendamento seja feito em frações menores que estas. As consultas poderiam ser agendadas inclusive de horário. O Idtech apóia a Prefeitura de Goiânia na iniciativa de fracionar os horários e salienta que o Instituto e o Teleconsulta estão prontos para atender às novas orientações da Secretaria, que dependerão de uma organização bem maior da rede municipal de saúde e das unidades que a compõem, no sentido de que os médicos estejam a postos para receber os usuários que terão suas consultas marcadas de forma escalonada.

É importante ressaltar que a informatização da agenda humanizou o agendamento de consultas na rede municipal. Mais de 3,2 milhões de agendamentos foram feitos sem filas, com tranqüilidade para o usuário, que pode ligar do conforto de sua casa ou de um telefone público. Antes, era preciso madrugar nas filas para conseguir uma consulta. Com a inauguração do Teleconsulta, os agendamentos passaram a ser feitos de acordo com o perfil dos usuários. Têm prioridade quem precisa ou é protegido por lei, como os idosos, as crianças e adolescentes, as gestantes e os pacientes com sintomas considerados de risco. Esse atendimento diferenciado rendeu ao serviço Menção Honrosa no 2º Seminário Nacional de Humanização do Ministério da Saúde, em 2009. O agendamento fracionado, para o qual o sistema está pronto, só contribuirá para humanizar ainda mais o atendimento dispensado aos usuários, que já foi elogiado nacionalmente pelo então ministro da Saúde do governo Lula, José Gomes Temporão, e está sendo copiado por outros municípios, como Aparecida de Goiânia.

Fonte: IDTECH






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700