Goiânia, 18 de dezembro de 2017    




Notícias

(25/05/2011) Etapa distrital da Conferência Municipal de Saúde encerra-se na Região Leste

Após sete reuniões sobre o SUS, usuários e servidores definiram propostas sobre seguridade, políticas públicas e controle social em todos os distritos de Goiânia. Ideias serão levadas para a VIII Conferência Municipal de Saúde

A etapa distrital da VIII Conferência Municipal de Saúde de Goiânia encerrou-se nesta sexta-feira, dia 20 de maio, na Região Leste. A última reunião, de uma série de sete encontros, ocorreu na paróquia da Igreja Bom Jesus, no Jardim Novo Mundo. Cerca de 200 usuários, servidores e prestadores da rede de saúde pública da Capital estiveram em cada um dos eventos, onde foram definidas propostas sobre seguridade, políticas públicas e controle social. O Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idtech), que apóia o evento, marcou presença, representado por seu gerente de contratos e licitações, Alexsandro Jorge de Lima.

As reuniões distritais também foram realizadas no Bairro Goiá (Região Oeste); Setor Novo Horizonte (Região Sudoeste); Jardim Guanabara (Região Norte); Jardim Santo Antônio (Região Sul); Vila João Vaz (Região Noroeste); Campinas (Região Campinas-Centro). Promovida pela Prefeitura de Goiânia em parceria com o Conselho Municipal de Saúde, as reuniões tiveram como objetivo envolver os moradores e trabalhadores de todas as regiões da Capital na elaboração de propostas que serão apresentadas e discutidas durante a Conferência, nos dias 29 e 30 de junho e 1ª e 2 de julho, no Jóquei Clube.

Durante a abertura dos trabalhos, a assessora de gestão participativa da Secretaria Municipal de Saúde, Olívia Vieira da Silva, abordou sobre o papel dos conselhos municipais e a definição de controle social. Explicou ainda que os recursos do Sistema Único de Saúde vêm dos impostos, portanto, o patrimônio da rede é do cidadão. “Se alguém destruir uma cadeira de uma unidade de saúde estará indo contra o seu próprio patrimônio”, disse. O presidente do Conselho Municipal de Saúde, Venerando Lemes, destacou a necessidade de cobrar a concretização das propostas que serão apresentadas durante a Conferência.

Em todas as reuniões, um representante dos usuários do SUS no bairro teve a oportunidade de discursar. Na Região Noroeste, mais precisamente na Faculdade Alfa, teve a relevante presença da irmã Katherine Popowic, uma das principais líderes na luta por melhorias na rede da Capital. “Estou me sentindo uma ‘dinossaura’. Na minha época, nem existia o termo controle social. É como muita alegria que participo deste evento que precisa apontar caminhos para colocar o SUS em seus trilhos”, disse. Segundo ela, é preciso priorizar a definição de estratégias para as melhorias do setor.


Fonte: IDTECH






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700