Goiânia, 26 de julho de 2017    




Notícias

(04/08/2011) Em um ano, Teleconsulta de Aparecida registra cerca de 320 mil consultas agendadas

Após a implantação da Central de Atendimento ao Cidadão, aumentou a produtividade das unidades de saúde em 40%, com apenas 9% a mais de médicos. Serviço também proporciona mais conforto e qualidade no atendimento ambulatorial

A Central de Atendimento ao Cidadão – Teleconsulta de Aparecida de Goiânia completa um ano no dia 5 de agosto de 2011. Apesar do pouco tempo, o serviço de teleagendamento de consultas para clínicos gerais, pediatras, ginecologistas e obstetras apresenta resultados sensíveis na melhoria do atendimento prestado pela rede pública de saúde no município. Nestes 12 meses, o Teleconsulta agendou cerca de 320 mil consultas, provocou um aumento de 40% na média mensal de agendamentos com apenas 9% a mais de médicos e, principalmente, reduziu as filas nas unidades de saúde, oferecendo mais conforto e qualidade aos usuários do SUS.

Até 2010, os moradores de Aparecida de Goiânia, além de lidar com a falta de médicos e de estrutura física nas unidades de saúde, precisavam madrugar nas filas para pegar senhas de atendimento. As filas chegavam a dobrar o quarteirão, principalmente no Pronto Socorro Municipal. Quando o Teleconsulta foi implantado, as filas para marcação destas consultas acabaram. Logo no primeiro mês, em agosto, o serviço agendou 16.652 consultas por meio do telefone 0800-646 1590. No segundo mês de funcionamento, o sistema passou a agendar também para áreas de abrangência da Estratégia Saúde da Família - ESF, passando a ter 100% de cobertura.

Mais de 170 mil moradores de Aparecida de Goiânia são usuários do Teleconsulta. Isso representa 38,3% da população do município. A maioria procura por médicos generalistas (que atuam nas unidades da ESF), o que corresponde a 33% dos agendamentos. Clínicos gerais representam 25,7% da demanda, seguidos por ginecologistas e obstetras (21,8%) e pediatras (19,2%). Estes profissionais fazem parte do atendimento básico do SUS. Somente por meio deles os usuários podem ser encaminhados para os médicos especialistas.

O mês com maior número de agendamentos na história do serviço é janeiro de 2011, com 30.660 consultas. A média mensal de agendamentos é de 27 mil. Aparecida conta atualmente com oito cais, mini-cais e maternidade e 22 unidades de atendimento da ESF. O Cais Nova Era é o que oferece o maior número de vagas, com 48.184 agendamentos em um ano.

Os dias da semana com maior número de ligações na Central é segunda e terça-feira. Por isso, as chances de congestionamento nas linhas são maiores, principalmente das 7 às 10 horas. Isso ocorre porque o usuário acostumou-se a acordar cedo e ir para a fila agendar sua consulta. Hoje ele acorda e vai para o telefone, o que é desnecessário, considerando que a Central funciona todos os dias, inclusive sábados, domingos e feriados, das 7 às 19 horas.

Importante ressaltar, também, que a alimentação do sistema com vagas de consulta é dinâmico, porque há desistências de usuários e também redistribuição de vagas entre as prioridades. Os usuários que não poderão comparecer às consultas, podem e devem ligar com pelo menos 5 horas de antecedência para que a vaga volte ao sistema, ou seja, aproveitada por outro usuário.

Desafio
O Teleconsulta é um serviço que funciona bem e cumpre o seu papel de oferecer conforto ao usuário e subsídios ao gestor público para a oferta de um serviço de qualidade, com racionalidade de custos. Mas ainda é necessário à Secretaria Municipal de Saúde e a Prefeitura de Aparecida vencer um desafio: adequar a rede municipal de saúde à necessidade da população, ampliando o número de unidades de saúde e de médicos em atuação. Há déficit de vagas e, para que o Teleconsulta possa atender prontamente a todos os que o procuram, é preciso que essas dificuldades sejam sanadas. O município tem se mostrado sensível, mas procuram, é preciso que essas dificuldades sejam sanadas. O município tem se mostrado sensível, mas enfrenta barreiras como a escassez de recursos e até de profissionais disponíveis no mercado, dispostos a trabalhar para o serviço público.

Ferramenta de gestão
Como ferramenta de gestão, o Teleconsulta tem proporcionado uma visão clara e instantânea dos problemas vivenciados pelas unidades de saúde que têm as agendas sob seu gerenciamento. O serviço oferece uma radiografia da produção das unidades de saúde, que permite tomar as medidas justas e cabíveis que venham promover a adequação dos serviços a um padrão de excelência de qualidade no atendimento à população de Aparecida de Goiânia.

Contrato de Gestão
A implantação do Teleconsulta em Aparecida é fruto de um contrato de gestão entre a Prefeitura Municipal e Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idtech), organização social, sem fins lucrativos, que também gerencia o serviço em Goiânia. A tecnologia patenteada pelo Idtech foi recomendada pelo ex-ministro da Saúde, José Gomes Temporão e é referência no País. Ficou entre os semifinalistas do Prêmio ODM Brasil, do governo federal em parceria com o Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas (Pnud), e foi o único representante de Goiás na Mostra Internacional de Tecnologias Sustentáveis do Instituto Ethos.

Pesquisa
De acordo com pesquisa do Instituto Fortiori em março deste ano, 74,2% dos que haviam agendado suas consultas pela Central de Atendimento estavam satisfeitos com o atendimento recebido. A polidez é a marca registrada da central, pois 95% dos usuários afirmaram ter sido atendidos com educação. Os índices são altíssimos, se considerarmos que estamos falando de um serviço de Saúde Pública, de atendimento por telefone.

Estrutura
O Teleconsulta de Aparecida é formado por 20 posições de atendimento, ou seja, tem a capacidade de atender 20 ligações simultâneas ou até 3.334 ligações por dia, considerando um tempo médio de 4 minutos por chamada. São 40 agentes de atendimento divididos em dois turnos. Eles passaram por um rigoroso processo de seleção e um treinamento sobre o Sistema Único de Saúde, a Rede Municipal de Saúde e as doenças mais prevalentes na população. Os agentes de atendimento trabalham sob a supervisão de um médico e dois enfermeiros.

Homenageados
A Prefeitura de Aparecida de Goiânia e Idtech homenagearão na solenidade desta quinta-feira, dia 4, oito usuários históricos do Teleconsulta: o primeiro que agendou consulta, os de número 100 mil, 200 mil e 300 mil, o que mais utilizou o serviço, além de uma criança, uma gestante e um idoso, que representam o atendimento humanizado da Central, que respeita os estatutos da Criança e do Adolescente e do Idoso. Confira:

1ª consulta agendada – Micarla Bezerra Galvão, Setor Colina Azul
Usuária nº 100 mil - Edineide Lopes de Souza, Jardim dos Buritis
Usuária nº 200 mil - Maria Mercedes de Oliveira, Setor Mansões Paraíso
Usuária nº 300 mil - Maria de Lourdes dos Santos Rodrigues, Setor Aeroporto Sul
Usuária mais idosa - Maria de Jesus, Jardim Nova Era
Criança que nasceu no dia 5/08/2010 - Angelynna Bibiany da Silva, Jardim Bela Vista
Gestante - Eliane Pereira dos Santos, Setor Papillon Park
Usuária que mais utilizou o serviço - Lindalva Carmem de Souza Santos, Cidade Livre

Fonte: IDTECH








GALERIA DE IMAGENS DO CONTEÚDO:

  • Em um ano, Teleconsulta de Aparecida registra cerca de 320 mil consultas agendadas
  • Em um ano, Teleconsulta de Aparecida registra cerca de 320 mil consultas agendadas
  • Em um ano, Teleconsulta de Aparecida registra cerca de 320 mil consultas agendadas
  • Em um ano, Teleconsulta de Aparecida registra cerca de 320 mil consultas agendadas
  • Em um ano, Teleconsulta de Aparecida registra cerca de 320 mil consultas agendadas





IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700