Goiânia, 22 de agosto de 2017    




Notícias

(08/08/2011) Alunos do curso de garçom têm aulas práticas em restaurante

No ambiente do restaurante, os 65 alunos tem a oportunidade de conhecer a rotina de trabalho e observar o serviço. Alguns tem chances de serem contratados, pois despertaram interesse da gerência dos estabelecimentos

Na reta final do curso de garçom ministrado pelo Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idtech) em parceria com a Microlins Goiânia, empresa especializada na capacitação de mão de obra em várias áreas, entre as quais, cursos de informática, 65 alunos estão participando até esta segunda-feira, dia 8, de aulas práticas nos restaurantes Trupe do Açaí, nos Setores Marista e Bueno. Acompanhados de profissionais dos dois estabelecimentos, eles estão tendo a oportunidade de observar o serviço, ajudar a servir as mesas e conhecer a rotina do trabalho.

A experiência deve render frutos positivos para todos e empregos para alguns. O gerente de um dos estabelecimentos, Wander Domingos Batista, 32 anos, diz que pelo menos três alunos despertaram grande interesse da casa e tem grandes chances de serem contratados. O gerente explica que, para o restaurante, servir ao aprendizado da turma tem vantagens, entre as quais, a obtenção de mão-de-obra qualificada, o que é raro no mercado. "Com a vinda da Copa do Mundo para o Brasil, os profissionais estão escassos. Os melhores estão migrando para as sedes dos jogo", comenta Wander Batista. "Eu mesmo recebi proposta."

Humberto Pires da Silva, 32 anos, que trabalha marmorista, está participando do curso confiante numa oportunidade para mudar de ramo. Ele quer deixar o setor da construção civil. "Pretendo ter uma profissão mais leve e limpa", diz, em referência à poeira dos canteiros de obras.
Luiz Carlos Xavier, 39 anos, também espera que o curso de garçom lhe abra as portas para um novo ramo de trabalho, com melhor renda. Ele, que é segurança, diz que há dez anos trabalhou como garçom, mas na época não encontrou um curso para se qualificar e acabou desistindo. Agora faz nova tentativa. Diz que está confiante. "Tem uma remuneração melhor."

O curso está sendo ministrado na unidade da Rua 06, no Centro. Uma das turmas, com 12 alunos, frequenta as aulas pela manhã, das 9h30 às 11 horas, e a outra, com 22 participantes, à noite, das 20 às 21h30. No total, serão 32 dias úteis de duração. Os alunos têm grande possibilidade de colocação imediata no mercado. De acordo com a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), são mais de 4 mil vagas só em Goiânia. Estas são a segunda e terceira turmas formadas pelo Idtech em parceria com a Microlins. A primeira turma, com 20 alunos, foi capacitada por meio de parceria entre o Idtech, a Secretaria Municipal de Habitação (Smhab), a Microlins e a Abrasel-GO. Todos eram beneficiários do Programa Municipal de Habitação A Casa da Gente e o curso foi uma ação do Projeto de Trabalho Técnico Social (PTTS) executado pelo Idtech com o objetivo de promover a inclusão social das famílias que receberam casa própria da Prefeitura e governo federal.

Estas turmas têm uma característica diferente. Ser beneficiário do programa de moradia popular não foi pré-requisito obrigatório para a inscrição e há participantes não só de Goiânia, como de cidades vizinhas, entre as quais, Trindade, Aparecida de Goiânia e Senador Canedo. Se houver 100% de presença do grupo durante as aulas, todos ganharão cursos extras de Windows, Word e internet como brinde da Microlins. Ao final do curso, currículos dos aprovados serão encaminhados à Abrasel.


Fonte: IDTECH





Google








IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700