Goiânia, 22 de outubro de 2017    




Notícias

(10/11/2011) Idtech marca presença na 1ª Conferência Municipal sobre Transparência e Controle Social de Goiânia

Claud Soares e Marcus Vinícius, colaboradores do Instituto, foram eleitos delegados para etapa estadual da conferência. Evento ocorreu nesta quarta-feira, dia 9 de novembro, no Sesc Faiçalville

O Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idtech) marcou presença nesta quarta-feira, dia 9 de novembro, na 1ª Conferência sobre Transparência e Controle Social (Consocial), realizada no Sesc Faiçalville. O Instituto, que é grande incentivador da participação social na fiscalização dos investimentos e da gestão públicos, enviou colaboradores para participar dos grupos de trabalho e distribuiu material educativo orientando sobre a importância do controle social e ferramentas disponíveis atualmente para propiciar o exercício desse direito. No folder, entregue aos participantes da Conferência, o Instituto informa sobre telefones e sites mantidos pelos órgãos fiscalizadores e fóruns de participação social, ferramentas estas acessíveis a todos os cidadãos. A Conferência teve como objetivo mobilizar, estimular e conscientizar a sociedade sobre o tema, além de eleger delegados para a etapa estadual.

Dois colaboradores do Idtech, o gerente de Apoio Contábil, Claud Soares de Machado e o pregoeiro e subgerente de compras, Marcus Vinícius Lopes, foram eleitos delegados para a Conferência Estadual. Entre 27 candidatos, 16 foram eleitos no segmento sociedade civil. Marcus Vinícius e Claud se comprometeram a defender as propostas definidas em Goiânia. A etapa estadual será nos dias 1º e 2 de dezembro, no Centro de Treinamento da Emater. Participarão mais de 250 delegados eleitos nas conferências municipais e regionais. O Estado de Goiás será representado por 47 delegados na Consocial Nacional, marcada para maio de 2012, em Brasília.

A Conferência foi iniciada às 8h30 da manhã com a composição de mesa solene, da qual fizeram parte o secretário de Governo, Osmar Magalhães (representando o prefeito Paulo Garcia); a representante da Controladoria Geral da União em Goiás, Iaci Pereira Castelo Branco; e o secretário-chefe da Controladoria Geral do Estado, José Carlos Siqueira. Primeira a discursar, Iaci Pereira Castelo Branco, pontuou que a Consocial é a grande oportunidade de fomentar a participação popular nas administrações em todos os níveis.

"Quando estimulamos o cidadão a acompanhar as ações do poder público, temos um grande aliado, porque ele se torna um novo fiscal, contribuindo fortemente com os órgãos institucionais de controle e fiscalização", afirmou. A técnica da CGU estimulou os participantes a se empenharem na discussão dos eixos temáticos da Consocial, elaborando propostas consistentes para discussão nas etapas estadual e federal da Conferência.

O secretário-chefe da Controladoria Geral do Estado, José Carlos Siqueira, lembrou que Goiás e o Brasil discutem transparência e controle social em um momento extremamente oportuno, no qual a população começa a se organizar para cobrar mais clareza na administração pública e o fim da corrupção. Ele lembrou que essa discussão é comum a mais de 150 países que discutem medidas efetivas para esse fim. “Os governos podem muito, mas a sociedade organizada, consciente e unida, pode muito mais.” Siqueira acrescentou que por isso mesmo Goiás se empenha na realização das etapas municipais, regionais e estadual da Consocial. "Precisamos preparar o cidadão para exercer seu direito de acompanhar e fiscalizar a gestão pública, mas é necessário também ter disposição para oferecer à comunidade informações que sejam claras, verdadeiras e compreensíveis pelas pessoas. Somente assim teremos uma gestão pública de qualidade, com foco nos interesses da população", afirmou.

O secretário de Governo da prefeitura de Goiânia, Osmar Magalhães, disse que a Consocial é resultado de um seminário promovido pela Controladoria Geral da União, durante o qual os participantes exigiram a realização de um fórum específico para debater a transparência e o controle do poder público pela sociedade. Osmar Magalhães lembrou a trajetória do movimento sindical no Brasil, que no início era apenas uma concessão do governo e por este era totalmente controlado. Com o tempo, ganhou força e autonomia e ajudou a promover grandes mudanças no País. "O controle social também será assim", disse Magalhães, enfatizando que o cidadão é quem deve exercer, efetivamente, a fiscalização das gestões públicas.

O coordenador executivo do Idtech, José Cláudio Romero, salientou que o Idtech tem acompanhado as conferências com grande interesse e participado sempre que possível das discussões, tanto que esteve presente na etapa regional promovida no município de Aparecida de Goiânia. Ele lembrou que o Instituto, desde que foi fundado, procura estimular a cidadania e conscientizar a sociedade sobre a importância do controle social, sem o qual será impossível construirmos políticas e gestões públicas mais justas e transparentes.

Em todos os projetos que desenvolve, o Idtech procura pontuar elementos desta discussão e incentivar o exercício do direito à participação social, assegurado pela Constituição Federal de 1988. Só para citar alguns exemplos, dentro do Projeto de Trabalho Técnico Social (PTTS) que desenvolve em parceria com a Secretaria Municipal de Habitação (Smhab), visando à inclusão social das famílias beneficiadas com casa própria pela Prefeitura de Goiânia, o Instituto fomentou a criação de pelo menos quatro associações de moradores, nos residenciais Santa Fé, Buena Vista, Jardins do Cerrado e Mundo Novo e Orlando de Morais e Antônio Carlos Pires. Nos residenciais são promovidas palestras sobre direito e cidadania e, por meio do folder distribuído na conferência, o Instituto está em campanha pela adesão maciça da sociedade goianiense à prática do controle social.


Participação

A Consocial de Goiânia atraiu mais de 230 pessoas, que participaram ativamente dos trabalhos ao longo do dia. O evento reuniu também autoridades como o chefe da Controladoria Geral do Município, Oséias Pacheco de Souza, os diretores do Sebrae-Goiás, Gustavo Toledo e Luciana Albernaz e Humberto Machado, do Ministério Público Estadual, além de representantes de conselhos de políticas públicas e de associações de bairros, professores, servidores públicos, empresários e pessoas da comunidade em geral.

Após a abertura oficial, os participantes ouviram palestra proferida pelo professor Jeferson Moreira dos Santos, da Universidade Estadual de Goiás, que discorreu sobre os quatro eixos temáticos da Conferência, quais sejam promoção da transparência pública e acesso à informação e dados públicos; mecanismos de controle social, engajamento e capacitação da sociedade para o controle da gestão pública; atuação dos conselhos de políticas públicas como instâncias de controle e diretrizes para a prevenção e o combate à corrupção. Na sequência, os participantes foram distribuídos em grupos para discussão dos eixos temáticos e elaboração de propostas para a etapa estadual.


Fonte: IDTECH








GALERIA DE IMAGENS DO CONTEÚDO:

  • Idtech marca presença na 1ª Conferência Municipal sobre Transparência e Controle Social de Goiânia
  • Idtech marca presença na 1ª Conferência Municipal sobre Transparência e Controle Social de Goiânia
  • Idtech marca presença na 1ª Conferência Municipal sobre Transparência e Controle Social de Goiânia
  • Idtech marca presença na 1ª Conferência Municipal sobre Transparência e Controle Social de Goiânia
  • Idtech marca presença na 1ª Conferência Municipal sobre Transparência e Controle Social de Goiânia





IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700