Goiânia, 22 de agosto de 2017    




Notícias

(12/12/2011) Teleconsulta fecha 2011 com 700 mil agendamentos e sede própria

Prefeito Paulo Garcia inaugura nova sede nesta terça-feira, dia 13 de dezembro. Serviço ganhará sala de situação, que permitirá o monitoramento dos agendamentos pelo secretário de Saúde diretamente de seu gabinete, em tempo real

A Central de Atendimento ao Cidadão – Teleconsulta encerra o ano de 2011 com cerca de 700 mil consultas agendadas, ainda mais dignidade para o usuário – com a introdução do agendamento de hora marcada – e agora, prédio próprio e capacidade para praticamente o dobro de agentes de atendimento. A nova sede, que será inaugurada nesta terça-feira, dia 13, pelo prefeito Paulo Garcia, representa a consolidação do serviço que, há cinco anos, tirou os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) das filas de agendamento de consultas básicas não-emergenciais de clínica médica, ginecologia e obstetrícia e pediatria.

Neste check up pelo qual passou o Teleconsulta, com o objetivo de atender ainda melhor o usuário, a sede própria, maior e planejada e adequada ao fim a que se destina, não é a única novidade. O serviço, que foi projetado, estruturado e é gerenciado por meio de contrato de gestão da Prefeitura com o Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idtech), agora conta com uma Sala de Situação, que vai funcionar anexa ao gabinete do secretário municipal de Saúde, Elias Rassi Neto, para que o secretário e sua equipe possam acompanhar o agendamento das consultas, conferir a produtividade das unidades de saúde e também dos médicos.

A sala de situação oferecerá informações em tempo real sobre oferta e disponibilidade de vagas, ritmo do agendamento de consultas, profissionais em atividade, que médicos faltaram ao trabalho e as justificativas para essas faltas, entre outras informações. O objetivo é fazer com que os gestores passem a ter acesso a essas informações de forma imediata e, com isso, possam tomar as devidas providências nos casos em que elas forem necessárias, visto que o Teleconsulta é um serviço intermediário e não tem poder de interferência direta sobre a rede. Não pode, por exemplo, fazer remanejamento de médicos para dar cobertura a um posto de trabalho ocupado por um médico que entrou de licença médica.

A expectativa com o aperfeiçoamento do Teleconsulta é a de que o atendimento – que segundo pesquisas feitas pelos Institutos Serpes e Fortiori, tem aprovação de 90 a 95% dos usuários – fique ainda melhor para o usuário. Com a sede própria, o Teleconsulta terá condições de expansão do serviço, acompanhando o crescimento da cidade e, consequentemente, da demanda. De imediato, com a mudança, o número de agentes de atendimento poderá ser ampliado de 58 para 83 por turno. Isso significa que o serviço estará compatível com a população de Goiânia até que ela atinja 1,86 milhão de habitantes.

O novo prédio oferecerá também melhores condições de trabalho para os agentes de atendimento, o que certamente se refletirá no atendimento ao usuário. Na nova sede do Teleconsulta, a equipe terá um ambiente projetado para a humanização do trabalho. Com dois pavimentos, o novo prédio conta, no térreo, com lounge para relaxamento dos colaboradores, uma nova versão para a sala de descompressão, mais completa e confortável.
O espaço está equipado com uma lan house, para acesso à internet nos intervalos, e dispõe de pufs para descanso. Em torno de uma grande mesa com banco e cadeiras, serão liberados pequenos lanches, desde que os colaboradores estejam atentos à higiene do local. O prédio também é acessível (dispõe de elevadores e banheiros adaptados), que permitirá a inclusão de colaboradores portadores de necessidades especiais.
Custo da obra foi de R$1,1 mil por metro quadrado

A sede própria do Teleconsulta tem 626,45 m² e o custo da obra foi de R$ 703.741,03 ou R$1.123,38 o metro quadrado. Os recursos para a construção do prédio vieram da economia feita pelo Idtech na aplicação dos recursos destinados à prestação dos serviços. A partir de um acordo entre o município e o Instituto, todas as sobras da execução do contrato, ao invés de serem devolvidas à Secretaria Municipal de Saúde (SMS), como ocorreram nos anos anteriores, em 2010 foram revertidas para a edificação da obra.

Essa é a grande diferença entre os contratos de gestão e a terceirização. Enquanto na terceirização, as sobras de contrato são lucro para o prestador de serviço, nos contratos de gestão, a instituição que detém o contrato de publicização, necessariamente é uma organização sem fins lucrativos, é obrigada, por lei, a devolver ou reaplicar as sobras para atingir novas metas definidas pelo poder público.

Foi o que o Idtech fez e agora, o Teleconsulta pode contar com sede própria, que pertence ao município de Goiânia. Embora o prédio esteja em nome do Instituto, pertence a municipalidade e será repassado à SMS, conforme estabelecido também em contrato. O mesmo ocorrerá com todos os equipamentos e mobiliário adquiridos para a nova sede.

Contact center mais moderno

O contact center do novo Teleconsulta será ainda mais moderno. Para chamar os enfermeiros, médico ou supervisores, os agentes não precisarão mais levantar o braço. Basta chamar pelo próprio sistema e aparecerá um sinal nos painéis da Central. O atendimento será feito por ordem de chamada. O novo sistema de ar condicionado evita o jato de ar frio direto sobre os agentes e promove uma climatização com maior conforto para os trabalhadores.
O ambiente tecnológico não deixou de lado a humanização, presente numa enorme janela que favorece a iluminação natural e dá vista para um jardim vertical. Agora os agentes de atendimento e demais colaboradores que atuam no contact center saberão se está sol ou se chove, o que era impossível no ambiente antigo, todo fechado com cortinas.

Outro diferencial do novo prédio é que ele foi construído dentro de padrões de sustentabilidade. Todos os detalhes foram pensados a partir deste conceito, que tem como objeto principal a redução dos impactos sobre o meio ambiente. Além de janelas que favorecem a iluminação natural e de todos os recursos para a economia de energia e água, foi usada na decoração madeira de demolição.
A decoração, aliás, é o grande destaque da nova sede. Para colorir o espaço de convivência dos colaboradores, os guarda-volumes foram transformados em tela para arte de rua. Grafiteiros transformaram os compartimentos em obras que alegram o ambiente. Como grande parte dos agentes de atendimento usa motos para se deslocar para o trabalho, bancos e estantes servem de nichos para guardar os seus capacetes, o que também contribuirá para colorir o espaço.

Cinco anos de bons serviços prestados à população de Goiânia

O Teleconsulta foi inaugurado em 4 de agosto de 2006 e em 2011 completou cinco anos. Neste tempo de funcionamento, o serviço agendou mais de 3,6 milhões de consultas, com conforto e atendimento humanizado. O teleagendamento, feito para consultas básicas não-emergenciais (de Clínica Médica, Ginecologia e Obstetrícia e Pediatria) respeita o perfil do usuário. Cumpre os Estatutos do Idoso e da Criança e do Adolescente, além de dar prioridade à gestante e ao usuário com sintomas considerados de risco. Quem tem preferência ou é protegido por lei tem sua consulta agendada para 24 ou no máximo 48 horas. Para os demais usuários as consultas são agendadas em até uma semana.

Por causa destas características do serviço, que procura humanizar o acesso às consultas, o Teleconsulta foi destaque nacional em diversos prêmios conferidos a experiências bem sucedidas do Sistema Único de Saúde. Este ano, foi o único projeto de Goiás entre os 20 semifinalistas do Prêmio E-Gov, promovido pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão e Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Tecnologia da Informação e Comunicação – ABEP.

Entre 11 a 14 de maio de 2010, representou o Estado de Goiás como expositor da Mostra de Tecnologias Sustentáveis, do Instituto Ethos, que ocorreu simultaneamente à Conferência Internacional Ethos, no Hotel Transamérica em São Paulo. Em um universo de 192 inscritos, o Teleconsulta ficou entre os 38 selecionados de todo o País. O Teleconsulta recebeu ainda, em 2009, menção honrosa no 2º Seminário Nacional de Humanização do Ministério da Saúde, em Brasília, conferida a projetos que contribuem para aprimorar o SUS.


Fonte: IDTECH





Google








IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700