Goiânia, 25 de maio de 2017    




Notícias

(15/03/2012) Coordenadores e chefes do HGG conhecem o Idtech

Ocupantes de cargos estratégicos do Hospital se reuniram com corpo diretivo do Instituto na tarde desta quinta-feira, 15 de março

O Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idtech) promoveu na tarde desta quinta-feira, dia 15 de março, uma reunião de apresentação da instituição e de seu corpo diretivo aos coordenadores e chefes de setores do Hospital Alberto Rassi (HGG). Cinquenta e quatro ocupantes de cargos estratégicos na unidade hospitalar participaram do encontro, que reuniu coordenadores, gerentes e assessores do Idtech e foi realizado no auditório da instituição.

Após cada um dos coordenadores e chefes do HGG se identificarem nominalmente, descrever suas funções e dizer o tempo de serviço e de a equipe do Idtech também ser apresentada, o coordenador de Gestão Hospitalar do Idtech, Marcelo Rabahi, falou sobre a proposta do Instituto para a unidade de saúde. Ele salientou que o grupo representará o papel principal no novo modelo de gestão que será implantado no Hospital.

“Todas as ações propostas no plano de gestão do Idtech para o HGG incluem vocês. Nossa instituição foi contratada para administrar o hospital. Nossa intenção é aliar a capacidade gerencial do Idtech, sua transparência e organização, à abnegação de todos vocês, que há anos se dedicam a fazer do hospital uma referência em Saúde para o Estado”, afirmou Marcelo Rabahi, em alusão ao “tempo de casa” dos visitantes, que atingiu uma média de 15 anos.

Marcelo Rabahi fez questão de frisar que cada ocupante de cargo de chefia será ouvido para que possa traçar uma radiografia de seu setor e sugerir medidas que possam melhorar o atendimento prestado. “E seja o que for feito depois, será em comum esforço”, observou, conclamando os presentes a assumir junto com o Idtech o desafio de transformar a história do HGG. “Nós temos nas mãos duas alternativas: ou escrevemos uma página só e voltamos cada um de nós às nossas vidas de antes ou escrevemos um livro sobre como deve ser um hospital público para o nosso Estado e, porque não, para o nosso País.”

A abertura da reunião foi feita pelo gerente de Contratos e Licitações, Alexsandro Jorge Lima, que colocou o Idtech como uma extensão do HGG. O gerente destacou o fato de a instituição ser de Goiás, o que permitiu que todos pudessem conhecer sua sede. “Isso não seria possível se a Organização Social escolhida fosse estrangeira”, disse, lembrando-se que todas as demais instituições que participaram do processo seletivo para gerenciamento do Hospital eram de outro Estado.

O assessor jurídico do Idtech, Juscimar Ribeiro, explicou rapidamente sobre Organizações Sociais. “Os contratos de gestão representam uma evolução do processo administrativo no País e, apesar de recentes, são muitas as experiências em Goiás e outros Estados. O Idtech está preocupado em aproveitar o que há de melhor nestas experiências para o HGG e o fará com seriedade e transparência.”

Último a falar, André Luiz Braga, diretor-geral do HGG, se emocionou ao falar da sua trajetória frente ao hospital e agradeceu a cooperação dos funcionários. Depois, colocou-se e à equipe como aliados do Idtech na empreitada de administrar o Hospital. “Tenha certeza que estaremos do lado de vocês”, disse, unindo os banners do Instituto e do Hospital, que decoravam o auditório. “A partir de agora somos uma só família”, disse ao coordenador executivo do Instituto, José Cláudio Romero. Também esteve presente o coordenador administrativo e financeiro do Idtech, Lúcio Dias Nascimento.

Servidores

A expectativa dos servidores do HGG em relação ao novo modelo de gestão é grande. “Estamos todos ansiosos. Esperamos que a transição seja feita com tranquilidade e aqui tivemos uma boa impressão”, disse a enfermeira coordenadora do setor de hemodiálise, Crimene Teles. Segundo ela, a esperança é que, com a gestão da organização social, a compra de insumos fique menos burocrática. “O nosso maior problema é a falta de material”, revela.

O chefe médico do Ambulatório, Gentil Queiroz, apesar da reunião, acredita que ainda tem muitas dúvidas a serem esclarecidas. Mas ponderou que no encontro com todos não seria possível ter um diálogo mais específico. “Assim como foi falado, será preciso reunir cada setor para identificar as necessidades de cada um”, disse.


Fonte: IDTECH / HGG








GALERIA DE IMAGENS DO CONTEÚDO:

  • Coordenadores e chefes do HGG conhecem o Idtech
  • Coordenadores e chefes do HGG conhecem o Idtech
  • Coordenadores e chefes do HGG conhecem o Idtech
  • Coordenadores e chefes do HGG conhecem o Idtech
  • Coordenadores e chefes do HGG conhecem o Idtech





IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700