Goiânia, 19 de agosto de 2017    




Notícias

(10/04/2012) Colaboradores do Hospital Alberto Rassi têm cartões de vacinação atualizados

Imunização, que ocorrerá a partir desta terça-feira, visa proteção dos trabalhadores contra doenças que podem ser adquiridas durante atividades laborais, por risco ocupacional

Os colaboradores do Hospital Alberto Rassi – HGG terão seus cartões de vacinação atualizados. A vacinação será feita pela Seção de Segurança e Saúde do Trabalhador (Sesmet) do hospital, resultado da parceria do Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idtech),Organização Social responsável pela gestão do HGG, e o município de Goiânia,por meio da Secretaria Municipal de Saúde. A vacinação, contra hepatite B, tétano e difteria ocorrerá desta terça-feira, dia 10 de abril,até quinta-feira, 12.

Serão alvo dessa ação todos os colaboradores que estão com o esquema de imunização incompleto. A enfermeira-sanitarista Odacyl Benevides Vasco, que coordena a campanha, informa que a ação pretende atingir, sobretudo, os trabalhadores que ingressaram recentemente na unidade e que exercem atividades consideradas de risco, com material perfuro-cortante. A campanha será desenvolvida no Sesmet, no primeiro andar do hospital. É fundamental que o colaborador esteja munido do cartão de vacinação.

As doses das vacinas serão disponibilizadas pela Secretaria Municipal da Saúde. Inicialmente, o HGG vai receber 200 doses da vacina contra a Hepatite B e outras 200 doses da Dupla Adulto, que imuniza contra o tétano e a difteria. Odacyl Benevides assinala que caso seja necessário, outras doses serão enviadas.

A enfermeira-sanitarista informa que a vacina contra a Hepatite B é aplicada em três doses. A segunda e a terceira dose devem ser ministradas num intervalo de um mês e seis meses depois da primeira aplicação. Depois de 60 dias da última dose, a pessoa deve realizar o exame Anti-HBS que indica como está a imunidade para a doença e se há necessidade de aplicação de uma dose de reforço. As pesquisas indicam que cerca de 70% das pessoas que receberam as doses contra a Hepatite B devem repetir o esquema depois de dez anos.

Já a Dupla Adulto, que imuniza contra o tétano e a difteria, é aplicada em dose única. Odacyl Benevides acentua que é recomendada a aplicação de uma dose de reforço a cada dez anos. Também é indicada a aplicação do reforço da vacina em casos eventuais de ataques de cães desconhecidos ou de acidentes com material perfuro-cortante ou que esteja contaminado com fezes ou com terra, entre outras substâncias.

Fonte: IDTECH / HGG





Google








IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700