Goiânia, 24 de abril de 2017    




Notícias

(26/04/2012) Pacientes serão avisados com 5 dias de antecedência de cirurgias no HGG

Prazo foi estabelecido pelo Idtech para humanizar o atendimento. Pacientes terão mais tempo para planejar internação. Medida também vai viabilizar maior produtividade do centro-cirúrgico, evitando suspensões de cirurgias

Pacientes submetidos a cirurgias eletivas no Hospital Alberto Rassi – HGG, que é referência em atendimento especializado para todo o Estado, serão avisados do agendamento de suas cirurgias com pelo menos cinco dias de antecedência. Portaria do Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idtech) que entra em vigor nesta quinta-feira, dia 26 de abril, instituiu o prazo para humanizar ainda mais o atendimento. “Com a mudança, os pacientes terão mais tempo para se organizarem para a internação. A portaria beneficia principalmente quem reside no interior e tem de se locomover até Goiânia”, explica o coordenador de Regulação Assistencial do Idtech, Rafael Nakamura.

Os médicos responsáveis terão de informar a programação dos procedimentos à Seção de Autorização de Internação Hospital (AIH/NIR) por meio de um novo formulário, o Aviso e anotação de cirurgia, respeitando um prazo de sete dias. Somente após a autorização da Coordenação de Regulação Assistencial do Idtech, os pacientes serão comunicados por telefone, por uma Central de Relacionamento, o que pode levar até dois dias. Mas a humanização do atendimento não é o único benefício que a mudança trará para os usuários do hospital. “Com a instituição do prazo e do formulário, o fluxo de realização das cirurgias será reorganizado, permitindo a ampliação da produtividade do centro-cirúrgico e, consequentemente, a ampliação do acesso ao atendimento”, comenta Rafael Nakamura.

Ainda visando uma maior produtividade do centro-cirúrgico, ficou estabelecido também por meio da mesma portaria, que a substituição de atos cirúrgicos já programados deverá ser solicitada com antecedência mínima de 72 horas, por meio de outro formulário, o de Solicitação de substituição de cirurgia. A substituição dependerá de autorização da Coordenação de Regulação Assistencial. Esta medida, como a outra, permitirá uma melhor programação da nova cirurgia a ser realizada, para o hospital e para o paciente a ser operado. “Os pacientes do Hospital Alberto Rassi – HGG exigem um atendimento diferenciado, que depende, muitas vezes, de materiais específicos. Esse prazo facilitará que todas as condições necessárias à realização das cirurgias sejam viabilizadas, evitando adiamentos e suspensões.”

As medidas adotadas agora são gerenciais. Várias outras, de caráter estrutural foram tomadas, também com o objetivo de resgatar a produtividade não só do centro-cirúrgico, mas de todo o Hospital Alberto Rassi e, desta forma, ampliar o acesso dos pacientes aos tratamentos oferecidos na unidade. Os resultados já começaram a aparecer. “A manutenção de equipamentos (ar condicionado central, aspiradores cirúrgicos e autoclaves) contribuiu para que aumentassem em 20,47% as cirurgias realizadas, em comparação com a média de março e abril do ano passado”, observa Rafael Nakamura. “Os reparos na estrutura predial, que incluem a manutenção da rede elétrica e hidráulica, vão viabilizar a reativação de 22 leitos de enfermaria, fechados por pequenos problemas como falta de lâmpadas e torneiras quebradas”, acrescenta.


Fonte: IDTECH / HGG






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700