Goiânia, 26 de abril de 2017    




Notícias

(17/05/2012) Efeitos da boa gestão do Idtech no HGG são sentidos no Cremego

Reclamações sobre más condições de trabalho e atendimento no Hospital pararam de chegar, segundo declarou o presidente do Conselho, Salomão Rodrigues Filho, ao receber visita dos coordenadores do Instituto na sede da entidade

A melhoria das condições de trabalho e da qualidade do atendimento no Hospital Alberto Rassi – HGG pela gestão do Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idtech) estão sendo sentidas no Conselho Regional de Medicina de Goiás (Cremego). Durante visita da coordenação do Instituto à sede do Conselho na tarde da segunda-feira, dia 14 de maio, para uma exposição sobre a situação anterior do hospital e a entrega de um relatório com medidas adotadas e resultados já verificados, o presidente do Conselho, Salomão Rodrigues Filho, disse que pararam de chegar à entidade demandas de profissionais daquela unidade hospitalar. “É um sinal positivo, de que a gestão está funcionando”, declarou.

Estiveram na sede do Conselho o coordenador Executivo do, José Cláudio Romero, e o coordenador administrativo e financeiro, Lúcio Dias Nascimento. Eles foram acompanhados pelos médicos que fazem parte do grupo gestor do HGG, os coordenadores de Gestão Hospitalar e de Regulação Assistencial do Idtech, Marcelo Rabahi e Rafael Nakamura, e os diretores geral e clínico do Hospital, André Luiz Braga e Antônio Carlos Ximenes. A visita teve o propósito de reiterar a transparência do Idtech na gestão do Hospital e solicitar apoio do Conselho, no sentido de que a entidade apresente críticas e sugestões ao projeto da Instituição.

Foi apresentado ao presidente do Cremego o documentário produzido pelo Instituto, mostrando a situação em que se encontrava o hospital e, depois, um relatório sobre as primeiras semanas de gestão e os próximos passos que serão dados , entre os quais, o lançamento da obra de reforma e ampliação da Unidade de Terapia Intensiva. Salomão Rodrigues assinalou que a categoria dos médicos está dividida em relação ao assunto. “Uns se pautam pela trilha da eficiência e outros, pela ideológica. Mas a posição do Cremego é a de que cabe ao poder público (seja municipal, estadual ou federal) escolher o modelo de gestão. Cabe a nós acompanhar e cobrar bons resultados.”

Salomão Rodrigues Filho tranquilizou a coordenação do Idtech e o grupo gestor do HGG. “Sabemos que as dificuldades não se resolverão da noite para o dia e não temos a ilusão que todos os problemas serão resolvidos”, comentou. “Mas vamos acompanhar e apoiar, sim, com críticas e sugestões, para que os resultados desejados sejam obtidos.” O presidente do Cremego disse que vê com bons olhos o fato de o Idtech ser uma instituição de Goiás. “Uma organização social vinda de fora, se não der certo o projeto, faz as malas e vai embora. Quem é daqui tem uma reputação a zelar no Estado.”

O coordenador de Regulação Assistencial do Idtech, Rafael Nakamura destacou a intenção do Idtech de realizar uma gestão que valorize os profissionais em atuação no HGG, mas frisou que essa valorização será acompanhada de rigor administrativo, inclusive na cobrança de carga horária, conforme desejo expressado pela própria equipe na Pesquisa de Clima Organizacional, realizada no mês passado. Salomão Rodrigues Filho apoiou a posição do Instituto e frisou que defende “o que é correto”.

“Se o médico tem contrato de 20 horas, que cumpra a carga horária. Se não está satisfeito com a remuneração, que rescinda o contrato e notifique o Conselho, pois assim estará impedindo que outro colega ocupe sua posição e, consequentemente forçará o gestor a remunerar melhor seu corpo clínico.” O presidente do Cremego aproveitou para reivindicar do Idtech atenção para com a remuneração dos médicos que atuam no hospital.


Fonte: IDTECH / HGG






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700