Goiânia, 25 de maio de 2017    




Notícias

(21/05/2012) Cirurgia inédita para tratar hérnia de disco é realizada no HGG

Procedimento, que utiliza endoscopia para remover o disco que causa a dor no nervo ciático, nunca foi feito em Goiânia, nem na rede privada. A cirurgia ocorreu na tarde deste sábado, 19 de maio, durante a Jornada Goiana de Neuroendoscopia

O Hospital Alberto Rassi – HGG sediou na tarde deste sábado, dia 19 de maio, uma cirurgia inédita em Goiânia, mesmo na rede particular e hospitais conveniados a planos de saúde, para tratamento de hérnia de disco, a chamada dor ciática. O procedimento foi realizado no costureiro Marcelo Pereira Vieira, que estava afastado do trabalho justamente por conta da doença. “Quero poder brincar com o meu filho e voltar para o meu emprego”, disse.

Usuário do Sistema Único de Saúde, Marcelo fazia tratamento com medicamentos há cinco anos para aliviar a dor. Diferente das cirurgias comuns, em que os pacientes ficam em média dois dias internados após o procedimento, o costureiro foi embora para casa no mesmo dia. “Por meio da neuroendoscopia, pretendemos diminuir o tempo de internação”, disse o chefe da Seção de Neurocirurgia e chefe do Serviço de Pós-Graduação em Coluna do HGG, Carlos Drummond.

O procedimento consiste na remoção, por meio de endoscopia, do disco que provoca a dor. A vantagem é que o procedimento é minimamente invasivo. “A incisão não ultrapassa um centímetro. Já a cirurgia de ‘céu aberto’, chega a cinco centímetros”, explica o médico Carlos Drummond. A anestesia é local.

Também da equipe do HGG, o neurocirurgião Marcelo Seabra, explica que o mais importante do que o tamanho da incisão, é que pela endoscopia não há tantos traumas musculares, como no procedimento comum. “Não se machuca tanto o músculo, o que reduz as chances de dor e doença futura”, disse.

A cirurgia foi realizada como parte da programação da Jornada Goiana de Neuroendoscopia, promovida pela Sociedade Goiana de Neurocirurgia (SGN). O Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idtech) apoiou o evento por meio do Hospital Alberto Rassi – HGG, que, torna-se o centro de formação continuada de médicos para técnicas avançadas de cirurgia de coluna.

Profissionais de São Paulo, Campinas, Rio de Janeiro e Belo Horizonte participaram da cirurgia, além do especialista dos Estados Unidos, Kai Uwe Lewandrowski. Segundo o médico americano, esse tipo de procedimento já é comum em seu país, diferentemente do que ocorre em Goiás. “É rotina do HGG fazer cirurgias endoscópicas para o cérebro, nariz, estômago, mas para a coluna é a primeira vez”, ressaltou Carlos Drummond.

Carlos Drummond destaca a importância de o HGG sediar um evento como este e enaltece a visão do Idtech, de fomentar a disseminação de modernas técnicas cirúrgicas. No dia 21 de abril, foi realizado no Hospital workshop nacional sobre tratamento da dor lombar. Cinco pacientes foram submetidos a procedimentos de Rizotomia Pulsátil da Raiz Lombar, intervenção em que agulhas são introduzidas na coluna, no local exato onde ocorre a dor, e, por meio de radiofrequência ou micro-ondas emitidas por um gerador, bloqueiam o estímulo causador da sensação de dor.

“Queremos consolidar nacionalmente a imagem do HGG como centro de excelência em ensino, pesquisa científica e atendimento ao usuário do Sistema Único de Saúde (SUS)”, salienta Marcelo Rabahi, coordenador de Gestão Hospitalar do Instituto. “Esse é um dos itens da proposta que resultou na seleção da nossa instituição como gestora do HGG em chamamento público realizado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES).”


Fonte: IDTECH / HGG






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700