Goiânia, 27 de maio de 2017    




Notícias

(23/05/2012) HGG recebe orientações para combater dengue

Idtech acionou a Vigilância de Saúde Ambiental de Goiânia para inspecionar hospital. Medidas estão sendo tomadas para eliminar criadouros e receber a certificação de Edifício Livre da Dengue

O Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idtech) acionou a Vigilância de Saúde Ambiental de Goiânia para inspecionar o Hospital Alberto Rassi – HGG para verificar possíveis focos de dengue e orientar os colaboradores da manutenção predial para o combate ao mosquito transmissor. A organização social, que assumiu a gestão da unidade de saúde na segunda quinzena de março, tem promovido diversas ações e intervenções na estrutura do prédio para combater o vetor. O HGG pleiteia a certificação de Edifício Livre da Dengue.

Durante força-tarefa realizada no dia 23 de abril, cerca de quatro caçambas de entulhos foram retiradas do Hospital, o jardim recebeu cuidados especiais, ocorreu o desentupimento do esgoto pluvial e foram instaladas telas milimétricas, para evitar a entrada de mosquitos e outros insetos. Todas essas ações ainda não foram suficientes. De acordo com o agente de Saúde, Edvaldo Bernardo Lima, o mosquito tem uma capacidade “surpreendente” de readaptação. “O vetor consegue se reproduzir nos menores e mais improváveis espaços”, disse.

Na inspeção criteriosa dos agentes, foram encontrados seis focos de dengue no HGG, prontamente eliminados. “Apesar de encontrar os criadouros, o hospital está muito mais bem cuidado, em comparação com as últimas vistorias”, disse o diretor da Vigilância em Saúde Ambiental, Luiz Elias Camargo. A síndica dengueira do HGG, Edna Barreto, que também gerente de manutenção predial, informa que as manutenções no hospital continuam. “Estão sendo consertados todos os tipos de vazamentos, feita a higienização das caixas d’água, a desobstrução de bocas de lobo, a limpeza das lajes e das calhas. Também está prevista a reforma dos depósitos de lixos comum e infectante, além da substituição das telinhas milimétricas de plástico pelas de aço, mais resistentes.”

O engenheiro ambiental do Idtech, Daniel Régis, explica que a organização social traçou estratégias para oferecer a maior segurança aos seus pacientes e colaboradores. “Não podemos deixar que as pessoas que buscam tratamento no hospital saiam daqui com outra doença” disse. Segundo ele, a responsabilidade é do Instituto, por isso foi estabelecida uma parceria com a Vigilância em Saúde Ambiental. “Entretanto, é preciso que toda a vizinhança também faça a sua parte”, ressalta.

De acordo com os agentes de saúde, foram encontrados na região circunvizinha do HGG mais 11 focos de dengue em dez imóveis ativos. Foram vistoriados 560 imóveis somente no dia 22 de maio. Também foram encontrados criadouros nas bocas de lobo na praça em frente ao HGG. À tarde, a Vigilância Sanitária fez uma ação junto às oito lanchonetes localizadas em volta do hospital. Foi constatada a grande quantidade de lixo ao redor deste comércio e a ausência de lixeiras adequadas. “Qualquer tampinha de garrafa jogada no chão pode acumular água e servir de criadouro”, alerta agente de Saúde, Edvaldo Bernardo Lima.

Certificação
A previsão que a certificação de Edifício Livre da Dengue seja concluída em agosto. A Campanha promovida pela Secretaria de Estado da Saúde, por meio do Comitê Estadual Contra a Dengue, foi lançada em abril deste ano. Após três vistorias, se não forem encontrados focos do mosquito Aedes aegypti ou se possíveis focos forem eliminados no decorrer das inspeções, o local ganha a certificação.


Fonte: IDTECH / HGG






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700