Goiânia, 18 de outubro de 2017    




Notícias

(25/06/2012) Plateia Social leva pessoas que nunca foram ao teatro para ver a peça Dona Flor e seus dois maridos

Projeto de inclusão cultural lançado pelo Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idtech) foi lançado dia 22 dejunho, durante espetáculo no teatro Madre Esperança Garrido

Matilde Cavelli Oliveira, 65 anos, moradora do Residencial Jardins do Cerrado, pisou pela primeira vez em um teatro na última sexta-feira,dia 22 de junho. Ela ficou deslumbrada com o espetáculo “Dona Flor e seus dois maridos”, estrelado pelos atores Duda Ribeiro, Fernanda Vasconcelos e Marcelo Faria. “Foi maravilhoso, minha barriga está até doendo de tanto rir”, disse entusiasmada.

A dona de casa e outras dezenove pessoas que nunca tinham ido ao teatro fizeram parte do primeiro grupo beneficiado pelo projeto Plateia Social, uma iniciativa de inclusão cultural, do Instituto de DesenvolvimentoTecnológico e Humano (Idtech), organização social que atua principalmente nas áreas da saúde e da tecnologia. O Instituto teve o apoio da produtora Cia de Sucessos para a realização da primeira edição do projeto.

O projeto Plateia Social começou com pizza em um restaurante e um pouco da história do escritor Jorge Amado, autor da obra “Dona Flor e seusdois maridos” e que completaria 100 anos em 2012. O grupo foi liderado pela coordenadora do projeto, Lili Moreira, que contou também a história da peça,dirigida por Pedro Vasconcelos e que já foi vista por mais de 600 mil pessoas.

O ator Duda Ribeiro, que interpreta o Dr. Theodoro na peça,se interessou pelo projeto Plateia Social e elogiou a iniciativa. “É muito bacana dar acessibilidade às produções culturais”, disse. O coordenador executivo do Idtech, José Cláudio Romero, idealizador do projeto, informou ao ator que a proposta é, além de incluir socialmente, despertar o amor pelas artes em pessoas que tem pouco ou nenhum acesso à cultura.

Matilde e sua vizinha, Fernanda Cassiano, tiveram também achance de conversar com o ator Duda Ribeiro, que as levou para conhecer Marcelo Faria. Empolgadas, tiraram fotos e tietaram o ator que interpreta o Vadinho, o marido malandro da Dona Flor. “Ele é lindo”, disse a dona de casa que não segurou os gritinhos quando viu o ator nu no palco.

A operadora de caixa Alessandra Leão de Souza, 38 anos,disse que a peça foi ótima e muito divertida. “Morei oito anos no Centro de Goiânia e sempre passei em frente ao teatro, mas nunca tinha tido a oportunidade de entrar”, contou. Não soube dizer se foi por conta do preço ou pela falta de interesse.

Para a secretária Fernanda Alves, a experiência foi muito diferente. “É uma outra cultura. Ri muito, principalmente com a amiga da Dona Flor”, disse. Segundo ela, o ingresso de teatro custa muito caro. “Para quem ganha um salário mínimo fica difícil.” Lili Moreira avaliou positivamente a primeira edição do Plateia Social. “É muito gratificante ver o entusiasmo pela cultura. O projeto vai contribuir também com a formação crítica das pessoas”, disse.

Fonte: IDTECH / HGG








GALERIA DE IMAGENS DO CONTEÚDO:

  • Plateia Social leva pessoas que nunca foram ao teatro para ver a peça Dona Flor e seus dois maridos
  • Plateia Social leva pessoas que nunca foram ao teatro para ver a peça Dona Flor e seus dois maridos
  • Plateia Social leva pessoas que nunca foram ao teatro para ver a peça Dona Flor e seus dois maridos
  • Plateia Social leva pessoas que nunca foram ao teatro para ver a peça Dona Flor e seus dois maridos
  • Plateia Social leva pessoas que nunca foram ao teatro para ver a peça Dona Flor e seus dois maridos
  • Plateia Social leva pessoas que nunca foram ao teatro para ver a peça Dona Flor e seus dois maridos
  • Plateia Social leva pessoas que nunca foram ao teatro para ver a peça Dona Flor e seus dois maridos
  • Plateia Social leva pessoas que nunca foram ao teatro para ver a peça Dona Flor e seus dois maridos
  • Plateia Social leva pessoas que nunca foram ao teatro para ver a peça Dona Flor e seus dois maridos
  • Plateia Social leva pessoas que nunca foram ao teatro para ver a peça Dona Flor e seus dois maridos
  • Plateia Social leva pessoas que nunca foram ao teatro para ver a peça Dona Flor e seus dois maridos




Google








IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700