Goiânia, 22 de julho de 2017    




Notícias

(03/07/2012) ERRATA – Resultado de processo seletivo de enfermagem do HGG é divulgado. Confira

ERRATA – Em relação à informação publicada no último parágrafo desta reportagem, informamos que os valores corretos para os salários são de R$ 2.866,80 para o enfermeiro e R$1.824,72 para o técnico de enfermagem.

Mais de 3,1 mil pessoas se inscreveram ao processo seletivo público que está sendo realizado pelo Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idtech) para suprimento de 55 vagas de enfermagem no Hospital Alberto Rassi – HGG. O resultado da análise curricular será divulgado na segunda-feira, dia 2 de julho, no final da tarde. Depois virão as próximas etapas que são dinâmica de grupo, entrevista técnica e divulgação do resultado preliminar do Processo Seletivo. Está previsto, após a divulgação do resultado preliminar, prazo para interposição de recursos, para só então ser divulgado o resultado final. O concurso terá validade até 2013.

Das 55 vagas oferecidas no certame, 40 são para técnicos de enfermagem e 15, para enfermeiro. Estas não são as primeiras contratações. O Idtech já selecionou, contratou e treinou 56 novos colaboradores, que participaram de treinamento e já estão atuando no ambulatório do Hospital, para melhorar a qualidade do atendimento. As contratações visam suprir o déficit de pessoal que surgiu de alguns fatores específicos. Quando o Idtech assumiu a gestão do Hospital, em 16 de março, foram devolvidos ao Estado, no caso, à Secretaria Estadual de Saúde, 52 profissionais de enfermagem. Também foram desligados 49 trabalhadores da área, que mantinham contrato por tempo determinado. Essas providências foram tomadas devido à incompatibilidade da situação dos trabalhadores comissionados com as cláusulas estabelecidas no contrato de gestão, que prevê o aproveitamento dos estatutários somente. Já os contratos por tempo determinado estavam todos vencidos.

O déficit foi agravado ainda por algumas situações pontuais, como licenças médicas (em que se encontram atualmente 9 técnicos de enfermagem, 1 enfermeiro e 3 auxiliares de enfermagem) e licenças-prêmios (em gozo por 2 auxiliares de enfermagem). O principal motivo que desencadeou as contratações, no entanto, é o aumento da produtividade do hospital. O atendimento tem se ampliado, com a reativação de leitos, a manutenção de equipamentos e a normalização do abastecimento de insumos e medicamentos. O número de cirurgias realizadas, por exemplo, aumentou 10%, enquanto os cancelamentos e suspensões destes procedimentos caíram mais de 25%.

Esse aumento da produção do centro-cirúrgico, aliado aos reparos da estrutura predial (especialmente de instalações elétricas e hidráulicas) e à manutenção de equipamentos, fez com que também aumentassem as taxas de ocupação do hospital. Em relação aos leitos de clínica médica, antes, era de 82,34% e agora é de 88,76%. Quanto aos leitos de clínica cirúrgica, houve crescimento de 68,41% para 75,54% considerando o mês de maio. No mês de junho a taxa de ocupação permaneceu a mesma: 75%.

O número global de exames realizados entre 16 de março a 16 de junho também cresceu, de 17.373 em 2011, para 19.998 em 2012. O aumento corresponde a uma variação de 15.10%. Importante frisar que a partir de junho ampliou-se a oferta de exames, quando foi disponibilizada uma cota de 196 vagas ao mês de 8 tipos de exames inéditos na rede pública de média complexidade, por meio da Fundação Instituto de Pesquisa e Diagnóstico por Imagem (FIDI).

“Atendendo bem mais, o HGG precisa ampliar seu quadro, para manter e inclusive melhorar a qualidade da assistência ofertada”, observa o Coordenador de Gestão Hospitalar, Marcelo Rabahi. “Até porque queremos ser referência também em ensino e pesquisa e favorecer a educação continuada dentro do Hospital, que é campo de formação de médicos residentes.” Em repeito à política de valorização de seus colaboradores, Marcelo Rabahi assinala que o Idtech reitera seu compromisso de aproveitamento de todo o efetivo de servidores estatutários do Hospital e acrescenta que a Instituição está garantindo a isonomia salarial entre os novos profissionais contratados, em regime celetista, e os servidores estatutários. O salário do enfermeiro será de R$ 4.000,00 (mais produtividade) e o do técnico de enfermagem, R$ 2.150,00 (mais produtividade).


Fonte: IDTECH / HGG






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700