Goiânia, 22 de novembro de 2017    




Notícias

(23/07/2012) Teleconsulta representa Goiás no Prêmio E-GOV 2012

Sistema de teleagendamento de consultas para usuários do SUS é um dos 105 projetos inscritos no prêmio promovido pela Abep e Ministério do Planejamento

A Central de Atendimento ao Cidadão – Teleconsulta, serviço da Secretaria de Saúde de Goiânia projetado, estruturado e gerenciado por pelo Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idtech) concorrerá ao Prêmio E-GOV 2012. A lista dos finalistas que concorrerão à premiação será divulgada no dia 13 de agosto e a solenidade de entrega das estatuetas aos 9 contemplados, ocorrerá no dia 19 de setembro, em Gramado, no Rio Grande do Sul.

O Prêmio E-GOV foi criado em 2002, pela Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Tecnologia da Informação e Comunicação - ABEP, e pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Entregue anualmente, desde então, tem como objetivo reconhecer e incentivar o desenvolvimento de projetos e soluções de governo eletrônico nas administrações públicas federais, estaduais e municipais. O Prêmio E-GOV tem também o propósito de divulgar as iniciativas que, com o uso das Tecnologias da Informação e da Comunicação, contribuem para modernizar a gestão pública em benefício do cidadão brasileiro.

Cento e cinco projetos estão escritos em 2012, 38% a mais do que no ano passado. Em 2011, o Teleconsulta ficou entre os 20 escolhidos para a final. Foi o único projeto de Goiás selecionado. Este ano, de acordo com a comissão organizadora do prêmio, serão novamente selecionados 20 finalistas e 9 vencedores – quatro na categoria e-Administração Pública, quatro na categoria e-Serviços Públicos e o Prêmio Excelência em Governo Eletrônico. Até hoje, cerca de 90 trabalhos, oriundos de quase todos Estados do Brasil, tiveram seu mérito reconhecido, por meio do prêmio ou de menções honrosas.

Inaugurado em 2006, o Teleconsulta comemora no dia 4 de agosto seis anos de existência. O serviço ampliou o acesso ao médico e democratizou e humanizou o agendamento de consultas básicas não-emergenciais de clínica médica, ginecologia e pediatria para usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). Nestes seis anos de funcionamento, o Teleconsulta agendou cerca de 4 milhões de consultas e já chegou atingir a marca de mais de 70 mil consultas num único mês.

Antes do sistema, eram marcadas em torno de 30 mil consultas básicas de ginecologia e obstetrícia, pediatria e clínica médica, por mês, com um efetivo de 307 médicos. Hoje são marcadas em média 50 mil consultas com 265 médicos em atividade. Ou seja, atende-se 50% mais do que na fase inicial, com um número menor de profissionais, um ótimo custo X benefício.

As consultas são de hora marcada, com um prazo máximo de 7 dias, com prioridade para quem precisa ou é protegido por lei. Idosos, gestantes, crianças e pacientes com sintomas considerados de risco tem prioridade. Esses atendimentos são agendados para até 24 ou 48 horas.

Integrado ao Projeto Nascer Cidadão, programa de agendamento da primeira consulta pós-parto para mães e bebês nascidos em maternidades públicas e conveniadas com o SUS, o Teleconsulta garante esse atendimento nos primeiros dez dias de vida do bebê. Tanto a mãe, quanto o bebê já saem do hospital com as consultas marcadas.


Fonte: IDTECH / HGG






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700