Goiânia, 22 de agosto de 2017    




Notícias

(10/08/2012) Organizações sociais deverão prestar contas na internet

Responsável pela gestão do Hospital Alberto Rassi – HGG, Instituto adota a prática mesmo antes do contrato de gestão com o Estado, por meio de seção transparência em seu site. Promotor Marcelo Celestino afirma que é inquestionável a melhoria dos hospitais com as OSs

Em reunião no Ministério Público do Estado de Goiás, o coordenador do Centro de Apoio Operacional da Saúde, Marcelo Celestino, deu prazo de até 30 dias para que todas as organizações sociais publiquem a prestação de contas dos hospitais que gerenciam na internet. Entre as entidades contratadas no atual governo pela Secretaria de Estado da Saúde, o Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idtech), responsável pelo Hospital Alberto Rassi - HGG, já seguia a determinação mesmo antes do contrato de gestão com o Estado. O Instituto tem em seu site a seção transparência, divulgando todos os contratos firmados, os relatórios de gestão, o regulamento de compras, entre outras informações.

A reunião ocorreu na manhã desta quinta-feira, 9 de agosto, com a presença dos gestores das organizações sociais responsáveis pelo gerenciamento dos hospitais do Estado. Participaram também os promotores Vinícius Jacarandá Maciel e Vilanir de Alencar Camapum Júnior (Promotoria da Saúde do Trabalhador), além de Marcelo Celestino. “Todas as entidades precisam tornar públicas as metas, os contratos e os editais, tanto no site da Secretaria quanto no da organização”, disse Celestino.

Marcelo Celestino pediu para que todas as organizações sociais informassem como está o andamento da administração de cada hospital. Representando o Idtech, o coordenador de Regulação Assistencial, Rafael Nakamura, afirmou que o HGG registrou um aumento de 21% de cirurgias realizadas e redução de 11% nas cirurgias adiadas ou suspensas. E anunciou novos investimentos, em rouparia, software de gestão hospitalar, sistema biométrico de controle de ponto e na digitalização de prontuários.

Rafael Nakamura, disse que apesar dos avanços, a gestão do hospital esbarra na questão dos recursos humanos. “A grande parte dos servidores públicos é formada por pessoas de bem, por bons profissionais. Entretanto, uma minoria não está satisfeita com o novo modelo de gestão”, disse. Ele informou aos promotores que o HGG sofreu algumas ações de sabotagem. “Cortaram algumas peças da rouparia em formato de borboleta e enfiaram um capote cirúrgico de propósito para entupir a tubulação”, exemplificou.

Para o promotor Marcelo Celestino, esse tipo de atitude é devido o cumprimento de metas e de carga horária. Nakamura explica que, pela falta de monitoramento por câmaras, não será possível comprovar a autoria da sabotagem. “Para evitar esse tipo de transtorno e garantir a segurança dos colaboradores, o Idtech está investindo também na instalação de circuito fechado de TV para monitoramento”, disse. Serão instaladas no hospital 183 câmeras, sendo duas delas do tipo Speedome (câmeras giratórias).

Mudança para melhor
O promotor Marcelo Celestino, em entrevista à imprensa, disse que as organizações sociais que estão atuando há mais tempo, como o Idtech, no HGG, e o Instituto Gerir, no Hugo, já tem resultados satisfatórios. “Houve uma melhoria no atendimento e as unidades estão abastecidas. Os problemas de manutenção também acabaram”, disse. Segundo o coordenador do CAO, são inquestionáveis as melhorias, mas ainda faltam solucionar outras questões “que não são resolvidas em menos de três meses.”

Uma das questões levantadas por Celestino é a regulação dos pacientes, feita pelo município de Goiânia. “É preciso verificar como é feito o fluxo dos usuários e verificar os entraves burocráticos”, disse. Para o chefe do Departamento do Complexo Regulador da Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia , Cláudio Tavares Silveira Souza, também convidado para a reunião, o Hospital Alberto Rassi está recebendo mais pacientes. “Com a gestão do Idtech, o nível de produtividade aumentou”, disse. A próxima reunião no Ministério Público com as organizações sociais será no dia 11 de setembro.


Fonte: IDTECH / HGG





Google








IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700