Goiânia, 29 de junho de 2017    




Notícias

(28/08/2012) Idtech realiza operação para substituição da caldeira poluente do HGG

Para viabilizar a instalação de similar mais ecológico, o HGG realizou na tarde desta terça-feira, 28 de agosto, operação especial para remoção de equipamento e tanque de óleo diesel de 10 mil litros. Substituição foi recomendada por órgão ambiental

O Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano – Idtech realizou na tarde desta terça-feira, dia 28 de agosto, operação para retirada, de dentro da área do Hospital, de caldeira movida a diesel e de um tanque com capacidade para cerca de 10 mil litros de combustível. O equipamento foi substituído por outro, movido a gás, considerado mais adequado durante a Conferência Rio + 20 e também recomendado pela Agência Municipal de Meio Ambiente (Amma).

O equipamento a diesel foi condenado em função da poluição causada pelo óleo queimado para colocá-lo em funcionamento. A fumaça preta que escapa do Hospital causa reclamações e prejudica a vizinhança, o que desencadeou multa contra o Estado superior a R$ 100 mil.

A operação, bastante delicada, foi realizada pela Avenida B. A caldeira foi posicionada fora do prédio, no pátio do hospital, próximo ao muro, no nível do andar térreo. Um guindaste foi estacionado em cima da calçada e içou o equipamento entre duas árvores do passeio.

Para viabilizar a operação, as árvores foram podadas na semana passada pela Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg), sob acompanhamento da Amma. O tanque de diesel foi removido de outro ponto. Ele se encontrava em área do pátio do Hospital nivelada ao 1º andar do edifício. Também precisou ser içado sobre o muro.

Quinze homens foram envolvidos na substituição do equipamento. Somente a caldeira antiga pesava 5,5 toneladas. Sem contar o peso da chaminé que foi carregada por dez homens para ser posicionada no pátio e ser içada até o caminhão. O diretor-geral do HGG, André Luiz Braga, lembrou que a caldeira antiga foi instalada na reabertura do Hospital, em 1998. “A substituição era uma necessidade urgente, mas que só foi possível sob a gestão da Organização Social, que não enfrenta as mesmas amarras burocráticas que a administração pública.”

O HGG tinha duas caldeiras movidas a óleo, mas apenas uma foi devolvida à Secretaria Estadual de Saúde – SES, junto com o tanque de combustível. A outra continua no hospital, mas será convertida para uso do gás liquefeito de petróleo (GLP), o mesmo utilizado na cozinha. A instalação do novo equipamento, incluindo a conversão do antigo para gás demandou um investimento de aproximadamente R$ 130 mil.

Calçada sustentável

Sob a gestão do Idtech, o HGG vai se tornando, aos poucos, um hospital ecológico e acessível. Na semana passada, aproveitando a preparação para a retirada da caldeira, foi realizada a poda de 35 árvores que circundam o prédio para a execução do projeto da calçada sustentável, que se dará junto com a reforma do Hospital, a ser iniciada nas próximas semanas.

Embasado no manual lançado pela Prefeitura de Goiânia em parceria com o Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura de Goiás (Crea-GO), o projeto visa à acessibilidade, permeabilidade e correta sinalização do passeio, hoje, inadequado ao trânsito de pedestres, especialmente os portadores de doenças crônicas, atendidos na unidade hospitalar.


Fonte: IDTECH / HGG








GALERIA DE IMAGENS DO CONTEÚDO:

  • Idtech realiza operação para substituição da caldeira poluente do HGG
  • Idtech realiza operação para substituição da caldeira poluente do HGG
  • Idtech realiza operação para substituição da caldeira poluente do HGG
  • Idtech realiza operação para substituição da caldeira poluente do HGG
  • Idtech realiza operação para substituição da caldeira poluente do HGG
  • Idtech realiza operação para substituição da caldeira poluente do HGG





IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700