Goiânia, 27 de maio de 2017    




Notícias

(31/08/2012) Teleconsulta é vitrine em programa eleitoral no Pernambuco

Candidato em Petrolina, Fernando Filho, que é filho do ministro Bezerra Coelho, da Integração Nacional, assistiu palestra sobre o serviço em São Paulo e decidiu incluir o projeto em sua plataforma eleitoral.

O bom atendimento ao usuário do Sistema Único de Saúde (SUS) e os benefícios da Central de Atendimento ao Cidadão - Teleconsulta para a gestão da rede municipal de saúde serão mostrados na campanha eleitoral para prefeito em Petrolina, cidade do sertão pernambucano. Filho do ministro Bezerra Coelho, da Integração Nacional, o candidato Fernando Filho (PSB), da coligação Unidade por Petrolina, assistiu palestra sobre o serviço em evento sobre terceiro setor em São Paulo e decidiu incluir o projeto em sua plataforma eleitoral.

Na quarta-feira, dia 29 de Agosto, equipe de reportagem do programa do candidato esteve em Goiânia para produzir material que divulgará a proposta eleitoral. O candidato não é o único. Políticos que disputam a cadeira de prefeito em várias outras localidades também já se comprometeram em oferecer o teleagendamento caso sejam eleitos.

“O interessante é que as propostas partem de candidatos de diferentes partidos, o que mostra que o Teleconsulta é um projeto para o cidadão, independente de cor partidária”, comenta o coordenador executivo do Idtech, José Cláudio Romero. Se em Petrolina o candidato é do PSB, que congrega em sua coligação o PT, em Rio Verde, por exemplo, a proposta partiu do candidato Victor Priori, do PSDB.

Coordenada pela jornalista Taysa Contagem, a equipe de reportagem fez filmagem e entrevistas na central, para mostrar o funcionamento do serviço. Depois, visitou uma unidade de saúde, para conversar com médicos e usuários do serviço. A unidade escolhida foi o Centro de Atenção Integral à Saúde (Cais) João Natal, na Vila Nova. A reportagem foi concluída com a visita à casa de uma usuária, que sempre utiliza o serviço. Todos os usuários se disseram satisfeitos com o teleagendemento.

O médico David Gonçalves de Moraes, entrevistado pela reportagem, disse que o conforto para o usuário é somente uma vantagem do Teleconsulta. Ele comenta que o sistema também foi bom para os médicos. “Ao assumir seu posto de atendimento o médico já sabe quantos pacientes estão agendados, quais são eles e a ordem dos atendimentos. O trabalho está mais organizado.” Na opinião do médico, todos os municípios deveriam adotar a solução do agendamento por telefone. “A população merece ser bem atendida.”

Petrolina tem 300 mil habitantes. O tamanho da cidade comporta uma estrutura menor do que a de Goiânia. Quando chegou à cidade com a missão de fazer a reportagem, Taysa Contagem conta que começou uma checagem por conta própria, para saber se o serviço realmente funciona. Apesar de a repórter ser pernambucana, seu pai é mineiro e reside na capital. “Sondei com a secretária dele, que é usuária do SUS, e ela me disse que utiliza com frequência e atestou a qualidade do atendimento. Isso é muito bom. Foi um depoimento espontâneo.”

Para o coordenador executivo do Idtech, o interesse de outros municípios pelo projeto do Teleconsulta é um atestado de que a solução proposta pelo Instituto é viável, eficiente e atende as expectativas do usuário e do gestor público. “Nos envaidece e recompensa, pois o nosso objetivo é trabalhar pela qualidade de vida, a dignidade do cidadão que depende do serviço público de saúde e ao mesmo tempo proporcionar soluções inteligentes, que promovam o uso racional dos recursos de impostos pagos pela sociedade.”


Fonte: IDTECH / HGG






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700