Goiânia, 18 de dezembro de 2017    




Notícias

(19/09/2012) Técnicos de segurança do trabalho executam medições para prevenção de riscos no HGG

Junto com técnico de segurança do trabalho do Hospital Alberto Rassi – HGG, profissional da empresa contratada pelo Idtech para elaborar o Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA) está percorrendo o hospital para identificação de potenciais riscos ambientais

O Instituto de Desenvolvimento tecnológico e Humano (Idtech) foi a primeira organização social gestora de hospital público estadual a assumir compromisso com a Promotoria da Saúde do Trabalhador para cumprimento da Norma Regulamentadora nº 32 do Ministério do Trabalho e Emprego. No Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado pelo Instituto ficou estabelecido que as irregularidades que há décadas expõem a riscos os trabalhadores do Hospital serão sanadas em no máximo seis meses. Uma das primeiras providências tomadas neste sentido é a identificação de riscos ambientais na unidade, já iniciada.

Desde a semana passada, uma empresa contratada pelo Idtech – a Climest – Medicina e Segurança do Trabalho – está fazendo medições de ruído, calor, iluminação, monóxido de carbono e poeiras, entre outros, em todas as instalações do Hospital. Também estão sendo identificadas todas as inadequações que comprometem a segurança dos trabalhadores. Responsável pelo levantamento, a técnica do trabalho Adriana de Feitas Araújo, está sendo auxiliada por outro técnico, da equipe do Hospital. A partir deste levantamento, serão propostas medidas corretivas e preventivas. “Se for identificada uma escada ou rampa sem corrimão, por exemplo, será indicada a instalação do dispositivo.”

O relatório elaborado pela empresa será entregue ao Setor Especializado de Medicina e Segurança do Trabalho (SESMT), que terá prazo de um ano para os ajustes. Adriana de Freitas Araújo explica que o trabalho contemplará outra etapa, que é a medição quantitativa dos riscos identificados em cada ambiente de trabalho, por função. A partir desta medição, será elaborado o Laudo Técnico de Condições Ambientais do Trabalho (LTCAT), que subsidiará a organização gestora do Hospital no pagamento de taxas de insalubridade e periculosidade nos casos em que as mesmas forem cabíveis, de acordo com a legislação vigente.

Hoje, todos os trabalhadores do HGG recebem o equivalente de 20% dos seus salários a título de insalubridade, o que configura uma irregularidade. A legislação determina que seja observada a exposição do trabalhador a condições insalubres e quantificada esta exposição para o pagamento desse adicional trabalhista. “Da forma como está sistematizado o pagamento, uma pessoa que trabalha na recepção social do hospital recebe o mesmo índice de um profissional que atua exposto a produtos químicos ou agentes infecciosos. Com a elaboração do PPRA e do LTCAT, o Hospital Alberto Rassi se adequará à legislação e os trabalhadores, bem como seus direitos, estarão protegidos”, observa André Luiz Braga, diretor geral do HGG.


Fonte: IDTECH / HGG






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700