Goiânia, 18 de dezembro de 2017    




Notícias

(15/10/2012) Gelatinas vão beneficiar tratamento de crianças soropositivas

Colaboradores do Idtech fizeram a doação de três mil gelatinas ao Grupo Pela Vidda, nesta quinta-feira, dia 10. Sobremesa rica em colágeno contribui na digestão dos remédios

Os colaboradores do Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idtech) entregaram nesta quinta-feira, dia 11 de outubro, três mil gelatinas para o grupo Pela Vidda, entidade de assistência aos doentes de aids. As doações serão destinadas às crianças soropositivas, para auxiliar no tratamento contra a doença. A organização social, que trabalha principalmente na área da saúde, promoveu a arrecadação das sobremesas em apenas uma semana.

Dores no estômago, enjoo, gosto ruim. Estas são algumas das reclamações dos portadores do vírus HIV quando estão em tratamento contra a aids. Ainda mais as crianças, que tem organismo e paladares mais sensíveis. Para amenizar esse sofrimento, a gelatina se tornou uma aliada importante aos soropositivos. “Precisamos sempre de muita gelatina, pois o consumo não para. Nosso estoque já tinha se esgotado e essa doação chegou em boa hora!”, disse o secretário-geral do grupo Pela Vidda, Sérgio Gomes.

A dona de casa Iracema, mãe de duas crianças, sendo um deles soropositivo, confirma que a gelatina tem trazido um bem estar ao garoto de sete anos. “Ele sentia muita fraqueza e ficava resistente para tomar os remédios. Hoje ele está mais fortinho e sempre me pede gelatina”, disse. Também dona de casa, a Valdete, não tem filhos com a doença, mas a família toda acabou pegando o gosto pela sobremesa. “Adoro inventar receitas, incrementar com creme de leite. Quando vou tomar os remédios tomo junto com o suco de gelatina e a digestão é muito mais fácil”, disse.

Cada criança toma em média seis doses de remédio por dia e consome um pacote de gelatina. Participaram da Campanha do Idtech os postos de trabalho Central de Atendimento ao Cidadão – Teleconsulta, Central de Processamento de Dados – CPD e Complexo Regulador, que são projetos em parceria com a Prefeitura Municipal de Goiânia, além da administração da organização social, somando cerca 400 participantes. Todos os postos de trabalho foram representados na entrega e conheceram o trabalho do Pela Vidda.

Desta vez, os colaboradores não tiveram uma premiação para incentivar a doação. “A única motivação foi poder ajudar as crianças portadoras do vírus HIV, que precisam da gelatina para melhor aderir ao tratamento diário, amenizando o sofrimento delas”, disse o coordenador executivo do Idtech, José Cláudio Romero. Segundo ele, a realização de campanhas está dentro da política de responsabilidade social do Instituto, que também beneficia mais de 30 entidades por ano, com agasalhos e brinquedos.

Gelatina
A Campanha da Gelatina é promovida há 18 anos pela comunicadora Lili Moreira, que hoje integra a equipe do Idtech. "A satisfação em ter o apoio do Instituto na Campanha da Gelatina é muito grande, porque os colaboradores já demonstraram em outras campanhas serem sensíveis com a causa solidária", disse. Ela informa que a doação de gelatinas vai contribuir com cerca de 120 crianças do Grupo Pela Vidda.

O médico Nelson Gillet, parceiro da Campanha, identificou por meio de estudos que além de ajudar na ingestão dos medicamentos, a gelatina também é rica em colágeno (substância cicatrizante que atua na recuperação do organismo) e aminoácidos (importante suplemento alimentar). "Tem um aminoácido que é a matéria-prima das proteínas. Para tratar os portadores do vírus HIV/Aids, é necessário fazer a síntese das proteínas e a gelatina é uma de suas bases", explica.



Fonte: IDTECH / HGG






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700