Goiânia, 23 de setembro de 2017    




Notícias

(05/12/2012) HGG inicia pesquisa de satisfação com pacientes

A partir desta segunda-feira, dia 03 de dezembro, funcionárias do fluxo de internação fazem questionário sobre o atendimento e estrutura do Hospital Alberto Rassi antes dos pacientes receberem alta

O Hospital Alberto Rassi – HGG iniciou nesta segunda-feira, dia 3 de dezembro, pesquisa de satisfação com os pacientes de forma totalmente eletrônica. Munidas de tablets (Ipad), funcionárias do fluxo de internação entrevistam os pacientes sobre o atendimento e a estrutura do hospital antes da alta. O preenchimento do questionário é simultâneo à entrevista. Críticas e elogios servirão para avaliar o trabalho da equipe e a organização da unidade hospitalar, além de nortearem as ações da Secretaria de Estado da Saúde (SES) e do Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idtech), organização social gestora da unidade.

De acordo com o assessor de Tecnologia da Informação do Idtech, Adonai Andrade, as informações geradas pela pesquisa de satisfação, que ocorrerá diariamente e de forma permanente no hospital. “O sistema foi especialmente criado para o formulário de perguntas do HGG. É um processo rápido, para evitar desconforto para o paciente”, explica. O questionário de 23 perguntas é respondido em no máximo cinco minutos.

Um dos primeiros a responder a pesquisa de satisfação foi o adolescente Marco Túlio Rosa de Castro, que fez uma cirurgia no estômago. Junto com a sua mãe, Liliane Rosa da Silva, disse que está satisfeito com o tratamento que recebeu do Hospital. “Comparado com outras unidades de saúde, aqui está bem melhor”, disse a mãe. Ela aprovou a iniciativa em colher a opinião dos pacientes. “Acredito que agora vão poder agilizar ainda mais as melhorias”, comenta.

A pesquisa de avaliação questiona desde o atendimento pelos condutores de pacientes, os maqueiros, até a equipe médica. “Nosso objetivo é oferecer uma atenção humanizada em todas as áreas do hospital. Por isso, o questionário foi elaborado de forma que nenhuma equipe deixasse de ser avaliada”, explica o coordenador executivo do Idtech, José Cláudio Romero. Também são feitas perguntas sobre o ambiente das enfermarias, o enxoval hospitalar, a alimentação e a limpeza.

O coordenador executivo destaca que a iniciativa de adotar tablets para desenvolver as pesquisas de avaliação vai de encontro com o projeto Hospital Sem Papel, cuja implantação está em curso no HGG. “O Idtech sempre priorizou a tecnologia e não poderia deixar de empregá-la no sentido de oferecer mais rapidez e mais comodidade aos usuários. Outra vantagem nesse sistema próprio de pesquisa é que ele é sustentável e ecologicamente correto, pois não precisaremos usar o papel nessa prática.”

Fonte: IDTECH / HGG





Google








IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700