Goiânia, 24 de abril de 2017    




Notícias

(14/12/2012) HGG inova e realiza prova de Residência Médica com atores

Prova prática do concurso de Residência Médica do HGG, segunda etapa do processo seletivo para candidatos a especialidades com acesso direto, será realizada com a utilização de atores. Modelo de prova é adotado na USP e na Unicamp

Médicos que pretendem cursar Residência Médica no Hospital Alberto Rassi – HGG terão de demonstrar neste sábado, dia 15 de dezembro, entre 8 e 12 horas, que estão afiados nos conhecimentos adquiridos na faculdade. A segunda etapa do concurso para especialidades de acesso direto, que não dependem de especialização anterior, será uma prova prática no ambulatório do Hospital, com a utilização de atores, que simularão sintomas de doenças. Também serão utilizados bonecos. Setenta e dois candidatos serão avaliados.

Este modelo de prova é adotado nas melhores instituições de ensino de Medicina, entre as quais, a Universidade de São Paulo (USP) e a Universidade de Campinas (Unicamp). É a primeira vez que um centro de formação médica do Estado utiliza o recurso. Em Goiás, só o Hospital das Clínicas utiliza. Para o coordenador da etapa prática do concurso, Marcelo Rabahi, responsável pela Seção de Ensino e Pesquisa do Hospital, “a prova é mais completa e eficaz na avaliação, porque testa a competência do candidato, ao contrário da prova escrita.”

Os candidatos terão de chegar ao Hospital até 7h30, quando os portões de acesso ao ambulatório, pela portaria A, Avenida Anhanguera, serão fechados. A prova terá início às 8 horas. Tatianny Melo, gerente de Recursos Humanos do Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idtech), organização social gestora do HGG, alerta que não será permitido portar nenhum equipamento eletroeletrônico e o candidato deve comparecer ao local da prova munido de documentos pessoais de identificação.

Divididos em quatro turmas, os candidatos passarão por cinco estações de avaliação – pediatria, clínica médica, clínica cirúrgica, medicina preventiva e ginecologia e obstetrícia –, quatro com atores e uma com bonecos. Os testes durarão uma hora e a avaliação caberá a 20 médicos especialistas, entre os quais, Marcelo Rabahi. Seis fiscais acompanharão os trabalhos. Os atores serão treinados pela equipe de avaliação uma hora antes da prova. Para garantir a lisura do processo seletivo, eles não sabem que sintomatologia eles irão representar.

A primeira etapa do processo seletivo para os cursos de residência médica do HGG, uma prova escrita, foi aplicada no dia 2 de novembro, no Centro de Aulas da Universidade Federal de Goiás (UFG). Se inscreveram 277 candidatos. Foram aprovados para a segunda etapa, 125. Do total de aprovados, 53 passarão ainda por análise curricular classificatória. São candidatos a vagas em especialidades que dependem de especialização anterior. Para os 72 candidatos de especialidades de acesso direto o currículo garante pontuação extra. “O resultado final para todos os candidatos será divulgado na terça-feira, dia 18 de dezembro”, informa o presidente da Comissão de Residência Médica e coordenador geral do concurso, Wander Mendes.

Fonte: IDTECH / HGG






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700