Goiânia, 22 de novembro de 2017    




Notícias

(03/01/2013) Portaria do Hospital Alberto Rassi – HGG é informatizada

Sistema adotado identificará acompanhantes de pacientes, fornecedores, prestadores de serviço e visitantes por meio de fotografia e código de barras. Objetivos são a preservação da segurança dos pacientes, humanização do atendimento e redução das filas para visita

Não são raras as notícias de roubos, agressões, rapto de bebês e até tentativas de homicídio em hospitais. A segurança nestes ambientes, especialmente nos maiores hospitais, por onde transitam milhares de pessoas todos os meses, é uma preocupação constante dos gestores. Focado em preservar a segurança dos pacientes, mas principalmente humanizar o atendimento e reduzir as filas que se formar no horário de visitas, o Hospital Alberto Rassi – HGG inicia nesta quinta-feira, dia 3 de janeiro, a informatização de sua portaria principal.

Com a informatização, acompanhantes de pacientes, visitantes, fornecedores e prestadores de serviço deverão proceder como de costume, identificando-se à recepção. A novidade é que os seus dados serão inseridos em um sistema novo, junto com uma fotografia, tirada por meio de uma webcam. Ao invés de crachá, ele receberá uma etiqueta com código de barras onde estarão impressos o seu nome e o setor do hospital em que estará. No caso dos acompanhantes ou visitantes, a etiqueta trará o número do leito, a enfermaria e a ala onde o paciente está internado. Na saída, a conferência da etiqueta será por leitora ótica.

O novo sistema de identificação será utilizado para todas as pessoas que frequentam por algum motivo o HGG, menos para os funcionários que, para terem acesso ao seu ambiente de trabalho, continuarão apresentando apenas os seus crachás. Durante o período de adaptação, para minimizar os transtornos e auxiliar no fluxo de entradas e saídas, a recepção contará com a presença permanente de um agente “conte comigo”. Dois colaboradores serão responsáveis por orientar e tirar dúvidas de quem entra ou sai e auxiliar os recepcionistas. Panfletos informativos e banners alertarão os visitantes sobre as mudanças.

Núbia Borges, gerente de Logística do Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idtech), Organização Social gestora do HGG, salienta que será muito importante neste início de funcionamento do novo sistema a colaboração dos trabalhadores e também dos frequentadores do Hospital. “Toda mudança gera dúvidas e alguma dificuldade. Isso é natural. Mas nos preparamos para que ela ocorra da forma mais tranquila possível. Será importante para o bom funcionamento do Hospital, para a segurança dos pacientes, para a humanização da portaria e para a redução das filas nos horários de visitas.”

O assessor de Tecnologia da Informação do Idtech, Adonai Andrade, explica que, para as mudanças na portaria, foram substituídos dois computadores, que agora são mais modernos e contam com webcams para a confecção das fotos, e adquirida uma impressora, além da leitora de código de barras. O sistema adotado é o MV, que está em implantação em todo o hospital, para transformação do HGG em um hospital sem papel. Quando a implantação for concluída, todos os processos e fluxos do Hospital serão automatizados, controlados por computador.

Para a aplicabilidade do projeto, que além dos benefícios aos usuários vai representar um grande avanço administrativo, foram adquiridos mais 90 computadores, 7 servidores e um no-break, que já estão no hospital. Além disso, está sendo refeita a rede lógica, elétrica e telefônica, bem instalado o cabeamento de fibra ótica, que garante maior rapidez na comunicação entre os pavimentos do hospital.

Fonte: IDTECH / HGG






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700