Goiânia, 22 de julho de 2017    




Notícias

(17/01/2013) Promotor Marcelo Celestino visita sede do Teleconsulta

Nesta quinta-feira, dia 17 de janeiro, o coordenador do CAO da Saúde do Ministério Público passou cerca de uma hora na sede do Teleconsulta. Ele elogiou as instalações e a qualidade do serviço, que há mais de seis anos assegura o agendamento de consultas por telefone para usuários do SUS

O promotor Marcelo Celestino, coordenador do Centro de Apoio Operacional da Saúde do Ministério Público de Goiás, visitou na manhã desta quinta-feira, dia 17 de janeiro, a sede do Teleconsulta. O serviço que há mais de seis anos assegura o agendamento de consultas por telefone para usuários da rede municipal de Saúde de Goiânia sem filas e com conforto e agilidade. Especialmente projetada para o fim a que se destina, a sede própria do Teleconsulta foi uma conquista. O prédio oferece todas as condições de trabalho à equipe de agentes de atendimento, médicos, enfermeiros e técnicos administrativos que cuida do agendamento de uma média de 1,8 mil consultas por dia.

O prédio é acessível (dispõe de banheiros adaptados e elevador) e conta com toda a estrutura necessária, incluindo um espaço de convivência com mesa para pequenas refeições, pufs para repouso e até uma lan house onde os colaboradores podem acessar a internet durante as pausas para relamento. As instalações respeitam os conceitos de sustentabilidade. É aproveitada ao máximo a iluminação natural e na decoração foi usada madeira de demolição. Em relação ao atendimento, desde que foi implantado, o Teleconsulta conseguiu aumentar consideravelmente a média de consultas agendadas mensalmente. Houve época em que o número de consultas marcadas mais que dobrou.

Durante a visita, ao conferir de perto o trabalho de gestão realizado pelo serviço, o promotor defendeu um controle informatizado de escalas de plantão médico nos serviços de emergência. Esse controle é realizado pelo Teleconsulta em relação às agendas médicas da rede básica na assistência eletiva (não-emergencial). O serviço faz diariamente a conferência entre a capacidade produtiva máxima das unidades de saúde e as vagas de consulta ofertadas para inserção no sistema de teleagendamento. O cruzamento da chamada agenda padrão (lista total dos médicos) com a agenda do dia (lista dos médicos de serviço, excluindo-se aqueles que estão de férias, licença ou atestado, entre outros) permite verificar se há médicos faltosos e se estas faltas foram ou não justificadas.

Detectadas faltas injustificadas, relatórios são gerados e disponibilizados em tempo real à Secretaria Municipal de Saúde, em sala de situação anexa ao gabinete do secretário, para que as providências cabíveis sejam tomadas. “Um sistema de controle como este na emergência evitaria fraudes”, comenta o promotor.


Fonte: IDTECH / HGG






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700