Goiânia, 22 de outubro de 2017    




Notícias

(18/03/2013) Estado renova contrato de gestão do Hospital Alberto Rassi – HGG

Assinatura ocorreu em solenidade nesta segunda-feira, dia 18 de março, às 9 horas, no auditório do Hospital. Bons resultados no primeiro ano de gestão foram determinantes para a renovação por mais 48 meses

Com os bons resultados obtidos em seu primeiro ano de contrato de gestão, o Hospital Alberto Rassi – HGG continuará sendo administrado pelo Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idtech) por mais 48 meses. O contrato entre o governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado da Saúde, e a atual organização social gestora da unidade foi renovado na manhã desta segunda-feira, dia 18 de março, em solenidade no auditório do Hospital. Na oportunidade, o Idtech apresentou um balanço da gestão.

O contrato de gestão entre Governo de Goiás e a organização social foi homologado com validade anual e possibilidade de prorrogação, mediante cumprimento das cláusulas contratuais, entre as quais, metas de produtividade. Durante este ano, todas as metas previstas para o HGG foram atingidas e a maior parte delas, superadas. De acordo com o relatório de monitoramento e avaliação de contrato de gestão, o Idtech atingiu o conceito A, categoria muito bom, com nota global de 9,3.

“No primeiro ano de governo, não fizemos outra coisa do que lutar pelo pleno funcionamento dos hospitais. Procuramos além disso, implantar um modelo que oferecesse a mesma qualidade de hospitais como o Huana de Anápolis e o Crer”, disse o secretário Antonio Faleiros. Ele ressaltou que estas unidades nasceram sob a administração das organizações sociais e que o HGG foi o primeiro a ter a administração direta substituída.

“Sempre houve preocupação de as unidades que tiveram a gestão transferida apresentassem um retardamento das melhorias porque teriam de lidar com trabalhadores de vínculos diferentes. Mas esse desafio foi superado e há hoje uma harmonia”, disse o secretário. Segundo ele, os servidores não contavam com um ambiente de trabalho adequado. “Não havia abastecimento, faltava rouparia, prédios com estrutura física deficitária”, elencou.

Faleiros destacou ainda a economia de dinheiro público com os contratos de gestão. Somente no HGG foram R$ 9 milhões economizados em um ano. “Estamos oferecendo maior volume de serviços por menos custos”, disse o secretário. Ele destacou ainda que os hospitais geridos por organizações sociais atingiram mais de 90% de satisfação de acordo com a pesquisa Serpes. “Aqueles que não usam o SUS são os que mais criticam”, desabafa.

Além da avaliação da Secretaria de Estado da Saúde, a gestão da organização social passou pelos critérios contábeis e teve seus relatórios aprovados pela Agência Goiana de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Públicos (AGR). O presidente do órgão, Humberto Tannús Júnior, declarou que o HGG tem sido um excelente exemplo porque, além dos relatórios, é visível a melhoria na qualidade de atendimento ao usuário.

O conselheiro do Tribunal de Contas do Estado Sebastião Tejota disse que sempre defendeu o modelo de gestão de parcerias. “Fui criticado, mas valeu a pena ter corrido este risco. Tive a oportunidade de estar neste hospital antes da OS e posso dar o testemunho dos avanços. Estou feliz por ver estes resultados”, revelou.

Balanço
Durante a gestão do Idtech, o Hospital Alberto Rassi – HGG realizou mais de 4 mil cirurgias, cerca de 110 mil consultas ambulatoriais, mais de 106 mil atos multidisciplinares, que são os atendimentos de psicologia, enfermagem, nutrição, fisioterapia e outros. A unidade ainda computou 5,5 mil internações. O número de exames ultrapassou 222 mil. Além do cumprimento de todas as metas pactuadas (veja arquivo em anexo), houve aumento significativo de produtividade em relação ao período correspondente, entre 2011 e 2012. O número de cirurgias realizadas aumentou 8,3% em contrapartida a uma redução de 25% no número de cirurgias suspensas. A quantidade de internações cresceu ainda mais, 18,5%.

Em relação aos indicadores qualitativos, o Hospital Alberto Rassi – HGG superou metas fixadas para a média de permanência e para as taxas de ocupação hospitalar em praticamente todos os setores do Hospital. Também foi conseguido um desempenho excelente em relação à taxa de infecção hospitalar. Em relação à média de permanência, os melhores índices foram obtidos pelo Centro de Terapia Intensiva (CTI), em que a média de permanência deveria ser de dez dias para internação, mas baixou para 8 em média.

Ações
O Instituto assumiu a gestão do HGG em 16 de março de 2012, após seleção em Chamamento Público realizado pelo Estado, do qual participaram outras quatro entidades. O resultado foi publicado no Diário Oficial no dia 02 de janeiro. “Os resultados são frutos de uma gestão pautada pelo rigor administrativo, pela modernização operacional e de fluxos e processos e pela transparência”, analisa o coordenador executivo do Idtech, José Cláudio Romero. “Mas não seriam possíveis sem a colaboração de toda a equipe do Hospital.”

O coordenador lembra que no início, os focos da gestão foram os dois gargalos principais (estrutura e abastecimento). Quando o Idtech assumiu as prateleiras do Almoxarifado e da Farmácia do Hospital Alberto Rassi estavam praticamente vazias. O desabastecimento de insumos e remédios, de 80%, foi sanado de imediato, com a contratação de plataforma eletrônica de compras, que permitiu abastecer o Hospital com economia de até 70% no valor de alguns itens e mais transparência nas aquisições.

Eram graves também os problemas de manutenção predial. Infiltrações, vazamentos e vidros quebrados inutilizavam alguns quartos das enfermarias. Há quase dois anos, cabos de alta tensão permaneciam expostos, representando risco aos pacientes e colaboradores do HGG. Em uma semana, força-tarefa promovida pelo Idtech fez mais de 250 reparos hidráulicos, elétricos e estruturais. Consertos de equipamentos como o ar condicionado central, autoclaves, câmaras frias e aspiradores permitiram o incremento da produtividade do centro-cirúrgico e a redução na suspensão de cirurgias.

O Idtech reformou a lavanderia, que se encontrava completamente sucateada. Os equipamentos receberam manutenção, as paredes foram reparadas, os tanques foram substituídos, foram colocadas bancadas de mármore para a separação de roupas e as máquinas de lavar estão automatizadas, o que resulta em maior economia de insumos e água. A caldeira a diesel do Hospital Alberto Rassi, que além de velha e poluente, representava perigo aos colaboradores e pacientes, foi substituída por um modelo mais ecológico. Também se encontra em curso a reforma da fachada do prédio, cujo projeto procura resgatar a aparência original, da década de 60, com elementos novos numa combinação elegante e que vai de encontro à proposta de um hospital humanizado.

Além de recolocar o hospital nos trilhos, o Idtech realizou novos investimentos em benefício aos usuários do SUS. Todo o HGG está sendo informatizado, com a implantação do projeto Hospital Sem Papel. Aos poucos, os fluxos de atendimento estão ganhando mais agilidade e todos os prontuários serão eletrônicos. A segurança do hospital e dos usuários também melhorou. Com a portaria informatizada, os visitantes são fotografados e recebem identificação com código de barras. Câmeras de segurança espalhadas por todo o hospital completam o sistema para deixar o HGG mais seguro.

O enxoval do HGG, que tinha mais de 10 anos de uso e tinha peças que não suportavam mais remendos, foi substituído com aquisição de mais de 15 mil unidades de lençóis, fronhas, camisolas, capotes e outros itens, de melhor qualidade e durabilidade. Hoje, com o serviço de hotelaria hospitalar, os pacientes recebem o kit enxoval, que inclui roupa de cama, camisola ou pijama e toalha. Tudo lavado, passado, esterilizado e com aromatizante especial.

Fonte: IDTECH / HGG








GALERIA DE IMAGENS DO CONTEÚDO:

  • Estado renova contrato de gestão do Hospital Alberto Rassi – HGG
  • Estado renova contrato de gestão do Hospital Alberto Rassi – HGG
  • Estado renova contrato de gestão do Hospital Alberto Rassi – HGG
  • Estado renova contrato de gestão do Hospital Alberto Rassi – HGG
  • Estado renova contrato de gestão do Hospital Alberto Rassi – HGG
  • Estado renova contrato de gestão do Hospital Alberto Rassi – HGG
  • Estado renova contrato de gestão do Hospital Alberto Rassi – HGG
  • Estado renova contrato de gestão do Hospital Alberto Rassi – HGG
  • Estado renova contrato de gestão do Hospital Alberto Rassi – HGG







ARQUIVOS ASSOCIADOS:






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700