Goiânia, 27 de abril de 2017    




Notícias

(03/04/2013) HGG investe em novos geradores de energia

Hospital Alberto Rassi conta com dois equipamentos com mais de 10 anos de uso. Investimento garantirá maior segurança aos pacientes

É impossível um hospital ficar sem energia elétrica. No Centro de Terapia Intensiva (CTI), por exemplo, pacientes dependem de equipamentos elétricos para continuar vivendo. Portanto, é fundamental que o Hospital Alberto Rassi – HGG tenha estrutura suficiente para suportar as ocasionais interrupções de fornecimento de energia pela concessionária. No próximo mês, a unidade receberá dois novos geradores para garantir a segurança dos pacientes.

No início deste mês, os equipamentos antigos, com mais de 10 anos de uso, assustaram toda a equipe do Hospital. De madrugada, a Celg interrompeu o fornecimento por mais de uma hora e o gerador superaqueceu e não conseguiu suportar por tanto tempo para manter o CTI. “Tivemos que fazer o transbordo para o gerador que mantinha o centro cirúrgico. Essa operação foi possível porque à noite não há a realização de cirurgias”, explicou a gerente de manutenção predial, Edna Barreto.

De acordo com o coordenador administrativo-financeiro do Idtech, Lúcio Dias Nascimento, o processo para a aquisição dos dois novos geradores foi aberto em fevereiro. “Com este fato, tomamos providências urgentes. O fornecedor nos disponibilizou um gerador provisório, que já está em uso, sem nenhum custo adicional, enquanto os novos equipamentos não chegam”, explicou. O prazo para a retirada dos equipamentos antigos, entrega e instalação dos novos está prevista para ocorrer até a primeira quinzena de abril deste ano.

Os geradores sucateados (já nem existia peça de reposição) servirão como parte do pagamento dos novos. Para a chegada dos novos equipamentos que tem maior potência e maior dimensão, a estrutura que vai abriga-los está sendo reformada. “Esses geradores vem também para atender a ampliação no Centro de Terapia Intensiva, que pelo andamento das obras deverá ser inaugurada ainda em abril”, informa o coordenador Lúcio. Eles terão capacidade de abastecer o hospital com autonomia de no mínimo 80 horas seguidas, em caso de falta de energia.

Ainda, os colaboradores que trabalham nas salas próximas aos antigos geradores ficarão aliviados. Estes sempre reclamaram do enorme barulho que os equipamentos faziam quando eram acionados. “Além de mais eficientes e tecnologicamente mais avançados, os novos geradores terão carenagens silenciadas compostas por uma cobertura metálica revestida internamente com material fono-absorvente, colaborando com o silêncio que deve prevalecer no Hospital”, explica o coordenador Lúcio.

Fonte: IDTECH / HGG






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700