Pacientes, acompanhantes e colaboradores aprovam guarda-volumes do HGG



Medida faz parte de uma série de mudanças no Hospital, melhora a segurança e combate infecções cruzadas

Para melhorar a segurança e combater as infecções cruzadas, o Hospital Alberto Rassi – HGG instituiu o guarda-volumes na recepção. Com ele, os acompanhantes têm a certeza que seus pertences estão bem guardados e ainda protegem os pacientes de possíveis riscos que trazem de fora do Hospital e evitam levar antígenos para casa. Até a equipe do HGG aprovou a novidade.

No guarda-volumes, bolsas e sacolas são embaladas e identificadas e os acompanhantes têm acesso a elas quando necessitam, só não podem levá-las aos quartos. A medida faz parte de uma série de ações do Hospital para melhorar a assistência. Novos regulamentos impedem a entrada de alimentos e medicamentos, justamente para um melhor tratamento aos doentes. Ainda impede a evasão de peças de enxoval, todos novos e entregues diariamente lavados, esterilizados e embalados.

Ao entrar no hospital, os pacientes e acompanhantes já são orientados sobre as regras. “Muita gente pergunta e nosso trabalho é esclarecer as razões. E todos entendem. Não estamos tendo problemas ou resistências”, explica a recepcionista e uma das responsáveis pelo guarda-volumes, Helaine Silva de Bastos.

A decoradora de festas infantis, Vagnólia Messias Barbosa Ferreira, que cuidava da mãe na Clínica Cirúrgica, aprovou a medida. “O quarto não fica tão bagunçado, cheio de malas. O espaço é pequeno. Agora fica mais organizado”. A subgerente de Enfermagem, Eunice Pereira, explica por que sempre defendeu a mudança. “Pode haver infecção cruzada, de uma mala que vem da rua ou de uma sacola que vai para a casa do paciente e pode infectar parentes”, ensina.



Quer receber notícias e novidades do Idtech diretamente no seu e-mail?

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

© IDTECH - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS