Goiânia, 23 de julho de 2017    




Notícias

(28/06/2013) Plateia Social completa um ano na peça “Casar pra quê?”

Projeto de inclusão cultural do Idtech já beneficiou mais de 3,5 mil pessoas em 22 edições. Neste sábado, seis casais do Residencial Real Conquista assistirão espetáculo dirigido por Eri Johnson no teatro da PUC

Promover a inclusão de quem nunca teve a oportunidade de vivenciar um espetáculo cultural. Com esse objetivo, o Projeto Plateia Social, ao completar um ano, já beneficiou mais de 3,5 mil pessoas. Para comemorar, o Idtech, responsável pela iniciativa, vai levar seis casais do Residencial Real Conquista para assistir a peça teatral “Casar pra quê?”, dirigido pelo ator e comediante Eri Johnson, neste sábado, dia 29 de junho, às 19 horas.

A comemoração de um ano do Plateia Social será iniciada às 18 horas no Restaurante Árabe, um dos apoiadores do projeto. Os moradores do Residencial Real Conquista vão saborear os quitutes árabes e ouvir sobre a sinopse da peça teatral, que já atraiu mais de 600 mil espectadores no Brasil. Os beneficiados receberão ainda uma pasta, com as informações sobre a iniciativa e sobre o espetáculo.

Como presente de aniversário, o Plateia Social ganhou um blog na internet, onde consta todas as informações e as fotos das 22 edições já realizadas. O endereço é www.plateiasocial.wordpress.com. Esse canal de comunicação foi aberto pelo Idtech, como forma de aproximar os beneficiados, que estão se inserindo no mundo virtual. Assim, eles poderão baixar as imagens e postar nas redes sociais.

Para o coordenador executivo do Idtech, José Cláudio Romero, que idealizou e concretizou o projeto, o Plateia Social em tão pouco tempo se consolidou no meio cultural. “Antes, a própria instituição precisava adquirir os ingressos para o grupo beneficiado. Hoje, já recebemos doação não só dos produtores locais, como dos nacionais, que confiam no trabalho realizado pelo Instituto”, disse.

Além dos produtores culturais, o Plateia Social recebeu apoio, além do Restaurante Árabe, do Castro’s Park Hotel e da Lanchonete Bob’s, para a realização de lanches para o público beneficiado. “Esse momento é muito importante, pois existe a confraternização do grupo. Para eles, é mágico poder sair da rotina e vivenciar as opções culturais que existem em Goiânia”, disse a coordenadora do projeto, Lili Moreira.

O Projeto
O projeto é uma ação de responsabilidade social do Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idtech). Esta organização social seleciona o grupo a ser beneficiado de acordo com o espetáculo. Já foram contemplados bairros e instituições. Os bairros são selecionados conforme o Projeto de Trabalho Técnico Social (PTTS) desenvolvido pela organização social em residenciais destinados às famílias que não tinham acesso à casa própria.

O Idtech organiza o grupo, faz a locação do transporte e articula o apoio para o lanche e para os ingressos do espetáculo. E caso não ocorra o patrocínio para estes dois últimos itens, custeia todas as despesas. “O importante não é só garantir a entrada dos participantes, mas dar todos os meios para que seja um passeio completo. Além da questão financeira, o que impede muito o acesso à cultura é a dificuldade de transporte dos beneficiados por conta da distância”, explica José Cláudio Romero. Nesta edição, o Projeto recebeu a doação de dez ingressos da produção Top Brasil e custeou mais cinco para completar o grupo.


Fonte: IDTECH






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700