Goiânia, 27 de julho de 2017    




Notícias

(29/07/2013) Mutirão de cirurgias reduz espera de pacientes do SUS

A Ação Sua Vez lançada em março, conseguiu desafogar mais de 11 mil procedimentos cirúrgicos em Goiás. No Hospital Alberto Rassi – HGG, 2.434 pessoas foram contempladas

Lançada há quatro meses para reduzir a espera dos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) em Goiás, a Ação Sua Vez contemplou 11.408 pessoas que aguardavam por procedimento cirúrgico eletivo. Destas, 2.434 são do Hospital Alberto Rassi – HGG. Os números foram apresentados nesta segunda-feira, dia 29 de julho, pelas secretarias de Saúde de Goiânia e do Estado e o Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idtech), que operacionalizou o mutirão.

No balanço da ação, que ocorreu no auditório do HGG pela manhã, os secretários de Saúde do Estado, Antonio Faleiros, e de Goiânia, Fernando Machado, anunciaram a continuidade da parceria, que envolveu 28 prestadores de saúde, sendo públicos ou privados conveniados ao SUS. A estratégia do mutirão foi distribuir aos hospitais da rede as Autorizações de Internação Hospitalar (AIH’s) autorizadas pelo Complexo Regulador da SMS, agilizando a demanda existente.

“O mutirão de cirurgias foi uma estratégia que proporcionou resultados concretos para a saúde pública. É uma ação criativa com a colaboração de todos, que vai ter continuidade”, explica o secretário de Saúde do Estado Antonio Faleiros. De acordo com ele, a parceria com os prestadores de saúde privados e filantrópicos é de extrema importância para a complementação dos serviços de saúde. Para isso, defende a valorização da tabela SUS e outros estímulos a estes hospitais. Também elogiou a parceria “respeitosa” com a Secretaria Municipal de Goiânia.

Segundo o secretário de Saúde de Goiânia, Fernando Machado, o Ministério da Saúde repassou R$ 7 milhões para o incremento das cirurgias eletivas. “O mutirão é fruto da união dos prestadores de saúde e dessa forma atingimos um resultado tão expressivo. Ainda existem de 7 a 8 mil pessoas aguardando pelo seu procedimento, mas estamos promovendo a extensão do que foi feito no HGG para outros hospitais que estão com a demanda reprimida”, explicou o médico. Ele elogiou a logística desenvolvida pelo Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idtech) para a realização da ação e agradeceu todos os médicos e equipes de saúde que fizeram parte do processo.

Números
Do total de 2.434 AIH’s contempladas do Hospital Alberto Rassi em quatro meses, foram realizadas 939 cirurgias em outros prestadores de saúde e 1.495 cirurgias na própria unidade hospitalar, a maioria de cirurgia geral, urologia e cirurgia plástica. Nesta última especialidade, o HGG tem promovido todo mês mutirões especiais. Já foram beneficiados idosos que precisavam remover o excesso de pele das pálpebras e jovens com orelhas proeminentes. O outros 939 pacientes, o que corresponde a 38,5%, foram encaminhados para outros prestadores da rede pública.

De acordo com o diretor técnico do HGG, Rafael Nakamura, a Ação Sua Vez conseguiu reduzir muito a espera dos pacientes da unidade. “Em uma busca ativa no nosso banco de dados foram identificadas um total de 3.395 AIH’s. Destas conseguimos reduzir mais de 70% em apenas quatro meses. Isso significa um índice 195% maior de atendimento comparado a meta contratual do Idtech e SES”, explica.

No Estado, das 11.408 AIH’s encaminhadas aos prestadores no último quadrimestre, 1.562 foram atendidas pelo Hospital Araújo Jorge, 148 pela Santa Casa de Misericórdia, 1495 pelo Hospital Alberto Rassi, 949 pelo Crer e 766 pelo Hospital Santa Lúcia. De acordo com informações da Secretaria Municipal de Saúde, foi autorizado mais R$ 1,8 milhão do Ministério da Saúde para investir em cirurgias eletivas e assim, dar prosseguimento ao mutirão e zerar outras filas.

Como o mutirão vai continuar, o paciente que tem Autorização de Internação Hospitalar (AIH) para o HGG e não sabe se vai participar do mutirão de cirurgias pode conferir sua situação por meio do site do Idtech (www.idtech.org.br). De acordo com o Instituto, cerca de três mil usuários não foram localizados, por falta de endereço ou porque número de telefone fornecido era inexistente. Estas pessoas poderão se cadastrar no site para que entre na lista de beneficiados da ação.


Fonte: IDTECH








GALERIA DE IMAGENS DO CONTEÚDO:

  • Mutirão de cirurgias reduz espera de pacientes do SUS
  • Mutirão de cirurgias reduz espera de pacientes do SUS
  • Mutirão de cirurgias reduz espera de pacientes do SUS
  • Mutirão de cirurgias reduz espera de pacientes do SUS
  • Mutirão de cirurgias reduz espera de pacientes do SUS
  • Mutirão de cirurgias reduz espera de pacientes do SUS
  • Mutirão de cirurgias reduz espera de pacientes do SUS
  • Mutirão de cirurgias reduz espera de pacientes do SUS
  • Mutirão de cirurgias reduz espera de pacientes do SUS







ARQUIVOS ASSOCIADOS:





Google








IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700