Goiânia, 23 de outubro de 2017    




Notícias

(11/11/2013) Centro de Inclusão Digital do Trabalhador será transferido

Serviço, que oferece curso básico de informática gratuito para a comunidade, será instalado na CPD do Idtech, com ampliação do número de vagas ofertadas

O Centro de Inclusão Digital do Trabalhador será transferido no final do mês de novembro para a Central de Processamento de Dados (CPD) do Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idtech), que funciona na Praça Tamandaré (Rua 10, Setor Oeste). A mudança foi definida pelo Idtech para oferecer melhor estrutura aos inscritos, que são pessoas da comunidade, a partir de 16 anos. As aulas são gratuitas. O serviço, gratuito, oferece o curso básico de informática, com duração de um mês. É mais uma ação de responsabilidade social do Idtech, que busca, além da inclusão digital, preparar os interessados para o ingresso no mercado de trabalho.

Atualmente, o serviço é oferecido em parceria com o Procon Municipal – que cede suas instalações físicas, na Avenida Tocantins, no Centro, e
os equipamentos – e a Secretaria de Políticas para Promoção de Igualdade Racial (Seppir). As atuais turmas encerrarão as atividades e receberão os certificados no dia 20 de novembro. Logo depois começará a transferência. Com a mudança, será possível aumentar o número de computadores em uso, dos atuais seis para 20 máquinas. Na CPD do Idtech, haverá duas turmas, nos horários das 13h30 às 15 horas e das 15h30 às 17 horas, de modo que será possível qualificar até 40 inscritos por mês. O primeiro dia de aula depois da transferência será em 2 de dezembro.

A gerente de Serviço Social do Idtech, Sandra Costa, explica que será mantida a parceria com a Seppir para encaminhamento de interessados. Ela explica que a diferença em relação à logística, no novo local, será a formação de duas turmas, em vez de quatro, como eram no prédio do Procon, ambas no período da tarde, com 20 alunos cada. No Procon, eram quatro turmas, inicialmente com dez alunos, mas o número foi reduzido para seis em função da redução no número de cadeiras e de computadores. “Esse é um projeto muito importante, cujo objetivo é dar uma formação básica, com qualidade, inclusive para pessoas que buscam o mercado de trabalho, mas também para as que buscam fins pessoais”.

Será realizado também, a partir de dezembro, um trabalho com os alunos que querem ingressar no mercado. Os que têm esse perfil poderão ser incluídos nos processos seletivos do Idtech.


Fonte: IDTECH






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700