Goiânia, 26 de junho de 2017    




Notícias

(18/11/2013) Plateia Social leva convidados a espetáculo da Quasar

Serão levados ao Teatro Goiânia, para ver “No Singular”, idosos e moradores do Residencial Jardins do Cerrado, onde Idtech executa projeto técnico social

Moradores do Residencial Jardins do Cerrado – entre eles, frequentadores do Grupo de Idosos criado neste ano – terão uma oportunidade ímpar de assistir a uma apresentação de uma das maiores companhias de dança do País, a Quasar, que leva ao palco do Teatro Goiânia nesta terça-feira, dia 19 de novembro, o espetáculo “No Singular”. Eles serão levados por meio do Plateia Social, projeto de inclusão cultural executado pelo Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idtech), que busca dar a chance a pessoas com menos oportunidades de frequentar teatro, assistir a shows, ter acesso a iniciativas que, sem esse apoio, a maioria não teria.

Gerente de Serviço Social do Idtech, Sandra Costa explica que o Grupo de Idosos do Residencial Jardins do Cerrado faz parte de um projeto social que o Idtech executa. Antes disso, o Instituto foi parceiro da Prefeitura de Goiânia, na execução do programa habitacional do bairro. O Idtech desenvolveu o projeto técnico social com os moradores. Nesta terça-feira, eles serão buscados e levados de volta ao bairro pelo Idtech, que conta com a parceria da Belcar Caminhões e Ônibus, que doou os ingressos.

O espetáculo
“No Singular” é o vigésimo trabalho coreografado por Henrique Rodovalho para a companhia e propõe uma diálogo sobre o excesso e a velocidade de informações no mundo contemporâneo. O espetáculo reflete as interações humanas em um mundo cada vez mais veloz – principalmente em relação à informação. Quadros rápidos são utilizados na coreografia. Nesta composição, no palco, surgem dez bailarinos. A proposta é transmitir, ao mesmo tempo, múltipla variedade e singularidade. Soma-se a isso figurino, que muda sempre, durante todo o espetáculo, assinado por Cássio Brasil.

O aproveitamento dos diversos recursos do corpo, que caracteriza a Quasar, está presente em “No Singular”. Segundo os diretores do grupo, foi essa fisicalidade que levou a comunidade da dança a considerar a Quasar uma das mais importantes do Brasil e deu a ela reconhecimento internacional. No espetáculo, a companhia busca imprimir uma energia pulsante de movimento, acompanhada de humor e irreverência. O grupo explica que esses recursos são utilizados como uma espécie de “dinâmica cênica”, interferindo ou contribuindo nas ações do espetáculo a cada instante.

Fonte: IDTECH






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700