Goiânia, 24 de outubro de 2017    




Notícias

(22/11/2013) Pacientes do HGG são orientados sobre saúde do homem

Profissionais da Secretaria de Estado da Saúde agitaram o Ambulatório do HGG com dicas de prevenção e músicas nesta terça-feira, dia 20 de novembro

A cada 3 adultos que morrem, 2 são homens. Por isso, políticas públicas estão sendo voltadas para o público masculino. Nesta terça-feira, 19 de novembro, quando foi comemorado o Dia Internacional do Homem, profissionais da Secretaria de Estado da Saúde agitaram o Ambulatório do Hospital Alberto Rassi – HGG com dicas de prevenção, tocaram músicas e esclareceu dúvidas dos usuários.

“As pessoas só falam do Dia da Mulher, da saúde da mulher. Nós homens também precisamos nos cuidar”, disse o segurança Volcemor Mesquita, que afirma cuidar da saúde, muito embora não faça exercícios físicos com muita regularidade. Ele elogiou a ação no Ambulatório do HGG. “Gostei das dicas e eu, que sou músico, achei muito bom terem tocado para nós”, considerou.

Volcemor é uma exceção. De acordo com a psicóloga e coordenadora da área técnica da Saúde do Homem, Luciana Aparecida Martins Santana, ainda existe muito preconceito no sentido do homem procurar ajuda médica. “Eles só vão quando são levados pela mãe ou pela esposa. Ou ainda, quando já estão em um estágio grave da doença”, disse. Atividades físicas regulares, boa alimentação e ir ao médico uma vez ao ano são hábitos essenciais.

“Não precisa ser radical e acabar com o chope e o churrasco do fim de semana. Mas tudo deve ser moderado, com mais prudência. O homem tem de aproveitar mais a vida e se arriscar menos”, disse Luciana, que mostrou dados assustadores. A cada cinco pessoas que morrem entre 20 e 30 anos, quatro são homens e eles ainda tem expectativa de vida sete anos a menos do que as mulheres. Uma das causas é a violência.

O evento, que contou com orientações dos profissionais da Superintendência de Política de Atenção Integral à Saúde (Spais/SES), teve também um bate-papo sobre doenças sexualmente transmissíveis com o coordenador do Programa DST/Aids, Edvan Miranda dos Santos. Ele foi responsável por animar o pessoal com músicas tocadas ao som de violão e fez muita gente cantar junto. “Não importa com quem será a relação sexual. Use preservativo sempre, inclusive os casados”.

Segundo Edvan, já foram notificados em Goiás cerca de 12 mil casos de Aids, sendo que mais da metade é homem. “Não temos a cura da doença, mas temos como prevenir”, avisou. A socióloga Iraci Ferreira de Araújo Jorge também conversou com os usuários e deu um recado para as mulheres. “Todos nós temos um pai, um tio, um filho homem. Vamos pensar nessas pessoas e acabar com o preconceito”, disse. O enfermeiro Leandro Ferreira entregou aos pacientes materiais explicativos e preservativos.

A comemoração do Dia Internacional do Homem no Ambulatório fez parte da programação do Novembro Azul, com ações voltadas para o público masculino. Durante todo o mês, o HGG está com a iluminação na cor azul símbolo da campanha e na próxima semana, o hospital promoverá um mutirão de cirurgias urológicas somente para eles.


Fonte: IDTECH






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700