Goiânia, 20 de julho de 2017    




Notícias

(17/01/2014) Colaboradores do HGG participam de curso de brigada de incêndio

Além de vencer os próprios medos, os participantes aprendem a desenvolver técnicas que auxiliam nestes casos na unidade. Nesta quinta-feira, houve ensinamentos práticos no batalhão dos bombeiros

Fogo. Para muitos, só de imaginar um incêndio é motivo de apavoramento e pânico. Para outros, já há certa tranquilidade em falar sobre o assunto. Mas como proceder diante uma situação alastramento de chamas? E se isso acontecer dentro de um hospital? O que fazer?

Para repassar todas essas informações, os colaboradores do Hospital Alberto Rassi (HGG) estão participando do curso de brigadista de incêndio. O treinamento, que conta com aulas teóricas e práticas, é realizado em parceria com o Corpo de Bombeiros do Estado e com uma empresa contratada pelo Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idtech). Nesta quinta-feira, 16 de janeiro, os participantes passaram pelos ensinamentos práticos, no Batalhão de Salvamento e Emergência, localizado no Setor Aeroporto. Durante a manhã, eles aprenderam, por exemplo, a conter um incêndio em um botijão de gás.

Segundo a chefe da seção de Desenvolvimento do HGG, Janaína Elias de Mendonça, a necessidade de o hospital obter o alvará do Corpo de Bombeiros se deu após a Organização Social (OS), o Idtech, assumir a gerência da unidade, quando houve maior fiscalização. De acordo com ela, o resultado das primeiras turmas já foi positivo. “Todo mundo começa com resistência, mas estão se surpreendendo e gostando bastante”, conta.

O instrutor do curso, Aldair José da Silva Nobre, explica que participar do treinamento não é só para o crescimento profissional, mas também pessoal. “Tem que ter esse treinamento para, se termos essa necessidade, saber o que fazer”. Quem concorda é chefe da Seção de Fonoaudiologia do Hospital, Luciana Mota de Araújo. De acordo com ela, todo o ensinamento aprendido durante o curso será externalizado para o dia a dia. “Aqui temos uma visão melhor de como podemos agir e podemos ser um multiplicador”, afirma.

Quem se surpreendeu com os colegas durante as aulas foi o técnico em Segurança do Trabalho Ronaldo dos Santos. Segundo ele, todo mundo ‘colocou a mão na massa’. “Tem colegas aqui que começaram o curso que eu achei que não iriam dar conta, mas fiquei surpreendido. É uma superação”.

Mais de 200 colaboradores do Hospital Alberto Rassi devem participar do curso, que ainda terá outras seis turmas nos períodos matutino, vespertino e noturno. Além dos ensinamentos sobre combate ao fogo, os participantes também aprendem prestar primeiros-socorros em casos de urgências.



Fonte: IDTECH






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700