Goiânia, 21 de setembro de 2017    




Notícias

(03/02/2014) Solidariedade.ponto.com leva diversão à crianças e jovens do Corae

A primeira edição de 2014 do projeto do Idtech foi realizada no Dia Mundial da Solidariedade, 31 de janeiro

O dia 31 de janeiro ficará marcado para sempre na vida de colaboradores do Instituto de Desenvolvimento Humano e Tecnológico (Idtech), das crianças e jovens atendidos pelo Centro de Orientação, Reabilitação e Assistência ao Encefalopata (Corae), bem como de seus funcionários. Isso porque, na data em que se comemora o Dia Mundial da Solidariedade, o Idtech levou seu programa de inclusão digital à entidade.

O Solidariedade.ponto.com realizou sua primeira edição do ano de 2014 no Corae. O local atende mais de 300 portadores de necessidades especiais, através de atividades que estimulam o desenvolvimento físico e intelectual das crianças e jovens, além de tratamento médico.

Por meio de computadores, os atendidos pela unidade puderam se divertir com jogos, acesso às redes sociais, novelas, filmes e muita música. Esse foi o caso de Fernanda Cristina Barbosa, de 22 anos, que está na unidade desde os três anos de idade. “O Corae é minha segunda casa. É onde faço tratamento, é uma escola”, disse. A ‘porta-voz’ da entidade, como assim foi denominada pelas colaboradoras do Corae, surpreendeu todo mundo e fez questão de atender toda a imprensa que esteve presente para acompanhar o projeto. E, falando em projeto, elogios não faltaram por parte de Fernanda. “Eu amei. Esse projeto não é bom só pra mim, mas para os meus colegas também. Ajuda no aprendizado”, concluiu sem pestanejar.

Quem também se divertiu bastante foi Renata Fernandes de Freitas, de 24 anos. A linda moça já chegou dizendo o que queria ver: “Quero ver Maria do Bairro [novela]”. Os atendentes do Idtech, de prontidão, fizeram a vontade da menina, que era só risadas acompanhando o drama da atriz e cantora mexicana Thalía. “Eu gosto muito de novela”, dizia Renata.

Leonília Porta Catini, diretora social do Corae ressaltou a importância do projeto na unidade. “É muito importante. Eu só tenho a agradecer. Tentamos montar uma sala de computação para nossos alunos, mas por falta de verba não foi possível. Esse projeto promove a inclusão digital dessas crianças que, em sua maioria, nunca tiveram um único contato com os computadores”, agradeceu.

O retorno do Solidariedade.ponto.com já foi solicitado e recomendado. “Espero que vocês voltem logo”, disse Fernanda antes de ir embora. “Os projetos de vocês são muito importantes para nossa entidade. Não temos palavras para agradecer”, disse Leonília.

O Corae
O Corae surgiu em 1972, da necessidade de um grupo de mães em buscar o desenvolvimento de seus filhos – com deficiências múltiplas -. O espaço físico tornou-se pequeno para o número de mães que buscavam orientações. Atualmente, mais de 300 crianças e adolescentes são atendidos na unidade com atividades e atendimento médico.


Fonte: IDTECH





Google








IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700