Goiânia, 18 de agosto de 2017    




Notícias

(30/04/2014) Colaboradores e pacientes podem comunicar erros de medicação e outros eventos adversos

A partir de agora, pacientes e usuários poderão registrar quaisquer notificações ocorridas dentro da unidade nos computadores dos departamentos

O Hospital Alberto Rassi – HGG prezando pela segurança e bem-estar de seus pacientes e colaboradores, instituiu em todas as estações de trabalho localizadas na unidade, o serviço de notificação de eventos adversos. A nova ferramenta, que contempla a política de gerenciamento de riscos da unidade, tem por objetivo coordenar continuamente o processo de identificação, análise, respostas, monitoramento, controle e planejamento dos eventos adversos na instituição.

Esses eventos adversos são aqueles que produzem, ou potencialmente podem produzir, resultados inesperados ou indesejáveis que afetem a segurança de pacientes, usuários e colaboradores. São eles: problemas relacionados a medicamentos, como queixas técnicas, erros de medicação, uso off label e interações medicamentosas; queixas envolvendo produtos utilizados na assistência à saúde como equipamentos, materiais, artigos médico-hospitalares, implantes e produtos para diagnóstico; efeitos envolvendo incidentes transfusionais, ou seja, eventos indesejáveis ou tardios advindos do uso de sangue e seus componentes; e aqueles ocorridos com produtos de limpeza como detergentes, desinfetantes, água sanitária e outros.

Caso a pessoa tenha se envolvido em algumas dessas situações, ela pode procurar qualquer estação de trabalho para registrar o ocorrido. Além da notificação eletrônica, há também a notificação escrita, que é depositada nas urnas localizadas no refeitório e nas clínicas médica e cirúrgica. “O procedimento é bem simples. Aqueles que preferem escrever o evento adverso ocorrido, podem fazer a notificação e depositar nas urnas. Diariamente esse material é recolhido e encaminhado ao setor responsável”, explica o diretor administrativo do HGG, Alessandro Purcino.

A análise dessas notificações fica à cargo das subcomissões estabelecidas pela Comissão de Gerenciamento de Riscos. São elas: Núcleo de Segurança do Paciente, Subcomissão de Farmacovigilância e saneantes, Subcomissão de Tecnovigilância e Subcomissão de Hemovigilância. Os responsáveis pelas áreas, a partir do recebimento do material, têm 10 dias úteis para entregar o parecer ao coordenador da Comissão. “Essa é uma ferramenta muito importante para poder analisarmos os eventos adversos que ocorrem no hospital e, em seguida, resolvê-los para dar mais conforto e segurança aos nossos pacientes), ressalta o diretor.


Fonte: IDTECH





Google








IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700