Goiânia, 12 de dezembro de 2017    




Notícias

(26/05/2014) Coordenador do CTI representa HGG em evento nacional de controle à Sepse

Segundo Alexandre Detlef Richter Filho, o HGG está cumprindo seu papel no controle da infecção hospitalar com números que superam a expectativa da Organização Mundial da Saúde

O coordenador da ala “D” do Centro de Terapia Intensiva (CTI) do Hospital Alberto Rassi, Alexandre Detlef Richter Filho representou a unidade hospitalar durante o Encontro do Projeto da Sepse , que aconteceu na última quarta-feira, 21 de maio, em São Paulo.

Supervisionado pelo Latin American SEPSE Campaing, juntamente com o Hospital Israelita Albert Einstein, o evento contou com mais de 160 participantes, representantes de hospitais de todo o País, e 20 palestrantes. Segundo Alexandre, durante o encontro foi possível analisar e discutir os índices calculados desde o ano de 2012 no HGG. A conclusão é de que os métodos estabelecidos pelo hospital têm sido satisfatórios e que, inclusive, superam a expectativa de controle de infecções e índices de mortalidade registrados pela Organização Mundial da Saúde. “Colocamos em pauta desde a equipe multidisciplinar envolvida em todo o processo de implementação do projeto de controle da Sepse até a coleta de dados. O HGG é exemplo”, destacou.

Além disso, de acordo com ele, foi orientada a intensificação no reconhecimento precoce do diagnóstico da doença para melhorar o prognóstico e priorizar o tratamento dos pacientes, bem como o compromisso de todos os profissionais da saúde para dar seguimento ao processo. “Outro destaque que tivemos foi a importância da atuação do gestor que, com compromisso e liderança, incentiva toda a equipe, o que resulta em sucesso”.

Nos debates da mesa redonda, a troca de experiência foi intensa pelos presentes. Foram apresentados números de hospitais que obtiveram sucesso na implementação dos protocolos, bem como aqueles que estão em fase de implementação e também os que não conseguiram implementar de maneira satisfatória todas as metas esperadas.

“ O que o HGG tem é fruto de um trabalho amplo realizado por todas as equipes como a seção de Ensino e Pesquisa, Comissão de Controle de Infecção Hospitalar, Enfermagem, Central Humanizada de Internação, médicos e outros. Essa missão vai desde a implementação dos protocolos internos de SEPSE na instituição, agilidade no reconhecimento e diagnóstico da doença, coleta imediata de exames laboratoriais, início emergencial da terapêutica necessária, coleta dos dados e identificação dos casos, à participação e o empenho da nas execuções de gastos específicos que suprem toda a demanda necessária para nos tornar referência”, conclui.


Fonte: IDTECH






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700