Goiânia, 25 de setembro de 2017    




Notícias

(27/05/2014) Helena Vasconcelos leva cultura popular goiana ao HGG

Segunda edição do projeto Arte no HGG recebe Helena Vasconcelos com a mostra “Senhora das Cores”. Natural de Minas Gerais, a artista encontrou nas festas populares e religiosas goianas inspiração cultural para criação de grandes obras

Com figuras folclóricas e personagens do rico imaginário popular goiano, a artista plástica Helena Vasconcelos possui acervo pitoresco e colorido. Dando seguimento à política de humanização do Hospital Alberto Rassi – HGG, Helena lança no próximo dia 29 a exposição “Senhora das Cores” na unidade hospitalar. A mostra, que contempla a segunda edição do projeto Arte no HGG e tem como patronesse Geralda Albernaz, leva registros de festas populares como a procissão do fogaréu, as congadas, as cavalhadas, a catira, festas juninas e as folias de reis feitos pela a artista. A abertura da exposição terá apresentação do pianista Tom Chris, que fecha a programação do Sarau do HGG do mês de maio.

Helena é natural do Estado de Minas Gerais, mas adotou Goiás como morada. Ela selecionou para a exposição do HGG cerca de 20 quadros do acervo pessoal que representam os seus dez anos de carreira, desde a conquista do primeiro prêmio em 2004. O prêmio foi triunfado durante o 14º concurso SESI de Arte e Criatividade, em que a artista plástica faturou o primeiro lugar na categoria Arte Primitiva. “A intenção é fazer uma retrospectiva e mostrar o que foi feito nos últimos dez anos”, conta a artista plástica.

Além da mistura de cores e delicadeza das peças, o sucesso de Helena Vasconcelos se dá pelo trabalho de pesquisa realizado pela artista. De acordo com ela, antes de iniciar qualquer obra é preciso muito estudo de campo. “Eu vou às festas populares, fotografo cada detalhe, leio muito sobre o assunto, busco relatos históricos. É muito importante passar também a veracidade dos fatos nas obras de arte.”

Acostumada aos museus de artes, esta é a primeira vez que Helena exporá suas obras num ambiente hospitalar. No entanto, ela ressalta que realiza trabalhos de cunho social voltado para a promoção da cultura popular goiana. De acordo com a artista, frequentemente ela é convidada para ministrar oficinas de artes para crianças e adolescentes de escolas ou instituições carentes. “A minha obra não quer atingir o lado comercial, mas sim o lado humano. Os hospitais são ambientes tão tristes, as pessoas já chegam com baixo astral, e se tiverem a oportunidade de apreciarem cores vivas e conhecer um pouco da história popular, com certeza já é um grande passo. É uma exposição que, sem dúvida, teremos um resultado muito bom”, revela.

Concomitante à abertura de “Senhora das Cores”, a unidade hospitalar recebe também a última edição do mês de maio do projeto Sarau do HGG. Desta vez, a atração musical ficará por conta do pianista Tom Chris, que leva aos pacientes, colaboradores e convidados da noite, Música Popular Brasileira, Pop Rock Romântico e composições próprias. De acordo com o músico, este é o primeiro show dele num ambiente hospitalar, devido à logística de deslocamento do instrumento. “É muito legal um projeto como esse que leva música e arte para quem mais precisa, que são pessoas carentes de cuidados médicos e emocionais. O fato de o HGG já dispor de um piano facilitou demais também, será uma apresentação muito bacana.”

Arte no HGG
O projeto Arte no HGG, inserido no Programa de Humanização do Hospital Alberto Rassi, tem como objetivo levar exposições artísticas de temas variados para a unidade, promovendo o acesso à cultura por parte de seus pacientes, acompanhantes e colaboradores. A iniciativa inédita visa contribuir com a melhora de seus usuários em tratamento tornando a arte como um importante remédio.

A primeira exposição do projeto foi realizada pela artista Rucélia Ximenes. Referência no mundo da moda, a artista completou 40 anos de carreira com a mostra “Os caminhos da arte de Rucélia Ximenes”. Dentre as peças criadas por Rucélia, está o corpete utilizado pela atriz Renata Sorrah, na personagem Deusa, da novela “A Indomada”, da Rede Globo, escrita por Aguinaldo Silva e Ricardo Linhares, exibida em 1997. A mostra ficou em exposição no HGG de 12 de março a 30 de abril.


Fonte: IDTECH





Google








IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700