Goiânia, 25 de setembro de 2017    




Notícias

(17/07/2014) Mau uso do WhatsApp pode resultar em demissão por justa causa

Caso da enfermeira demitida por filmar o jogador Neymar em hospital de Fortaleza, pode ser considerado exemplo

A enfermeira do Hospital São Carlos, em Fortaleza, que filmou a chegada de Neymar na unidade após o jogo do Brasil e Colômbia, foi demitida por justa causa. Assim que o jogador chegou à unidade, depois de fraturar uma vértebra durante partida da quarta de final do mundial de futebol, a profissional comemorou e filmou a passagem da maca que carregava o craque, compartilhando o arquivo pelo aplicativo de celular WhatsApp.

Num primeiro momento, a enfermeira enviou o vídeo apenas para alguns amigos, mas em pouco tempo o arquivo se espalhou nas redes sociais. De acordo com o advogado e pós-graduando em direito do trabalho, Thiago Jácomo, em artigo publicado pelo jornal O Popular, a empresa tem o direito de demitir a enfermeira por justa causa devido à exposição do paciente. Além disso, o especialista alerta para outros casos que poderiam levar o profissional à demissão, como, por exemplo, a desídia, aplicada ao colaborador que perde tempo e produtividade, em consequência do uso exacerbado do aplicativo de celular.

Outro fator que pode levar o empregado à demissão por justa causa, segundo o artigo de Jácomo, é o mau uso do aplicativo. Ele explica que o colaborador não deve divulgar imagens ou vídeos de procedimentos e/ou documentos que sejam segredo dentro da empresa. “Para evitar constrangimentos, especialmente trabalhistas, devemos tomar cuidado com o que divulgamos pelos aplicativos e redes sociais, e usar o bom senso como bússola”, diz o especialista.


Fonte: IDTECH





Google








IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700