19/02/2021 - HGG mantém funcionamento durante o Carnaval e realiza mais de 2,4 mil atendimentos em três dias



Direção atendeu à orientação do governador Ronaldo Caiado para não interromper o funcionamento neste período

Seguindo as orientações do Governo do Estado para conter a pandemia do coronavírus, o Hospital Estadual Alberto Rassi - HGG manteve suas atividades normalmente durante o Carnaval. Com isso, foram realizados 2.461 atendimentos entre os dias 15 e 17 de fevereiro. A diretora de enfermagem do HGG, Natálie Alves, destaca a importância da manutenção do serviço neste momento de retomada dos atendimentos eletivos, que ficaram suspensos entre março e outubro de 2020, atendendo a portaria n° 511/2020 da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás - SES/GO, publicada em 23 de março de 2020, frente ao cenário de pandemia de covid-19.

"O HGG atende em torno de 17 a 18 mil consultas ambulatoriais por mês, durante a pandemia nós tivemos uma redução drástica nesse número, apesar de termos ao máximo buscado formas de garantir os atendimentos que não podiam ser descontinuados por meio de telemedicina. Ainda assim, muitos pacientes tiveram seus retornos adiados". Natálie destaca que com a volta desses atendimentos presenciais em novembro de 2020, com todas as medidas de segurança que foram implementadas, e agora, com a suspensão do Carnaval, mantendo mais esses três dias de atendimento de forma contínua, os resultados foram muito positivos para todos.

Natálie ressalta também a preocupação da direção do HGG para cumprir todas as medidas sanitárias definidas pela Secretaria de Estado da Saúde para garantir os atendimentos presenciais de forma segura. "As ações começam antes mesmo de o paciente chegar ao HGG. As comunicações de agendamento são realizadas exclusivamente por telefone, já que a entrada no hospital é autorizada apenas para pacientes com consultas marcadas para o dia. O acesso à unidade só é permitido com antecedência de até 40 minutos do horário marcado para o atendimento, restringindo, assim, a quantidade de pessoas circulando no hospital", pontua.

HGG seguro
Todo o trajeto do paciente dentro da unidade de saúde foi pensado para garantir a segurança dos usuários. A entrada na unidade, por exemplo, acontece após a verificação do uso de máscara, a aferição da temperatura do paciente e a lavagem das mãos nas pias instaladas no acesso ao Ambulatório de Medicina Avançada (AMA). Além das pias, a unidade disponibiliza aos pacientes totens de álcool gel com acionamento por meio de pedal e informativos com orientações acerca dos cuidados necessários durante a permanência no hospital.

Após o processo de higienização, o paciente é atendido por uma recepcionista, que verifica o agendamento da consulta, o insere no sistema e o encaminha para o totem de senhas. Com a senha em mãos, o paciente aguarda até ser chamado para atendimento em cadeiras demarcadas e com distanciamento seguro. A logística implementada antes mesmo da pandemia, com a distinção das alas de atendimento por cores e letras, facilita o entendimento da localização correta a que o paciente deve se dirigir e também evita que pessoas fiquem próximas às outras quando esperam pela consulta. Ao fim do atendimento, o paciente é encaminhado ao portão exclusivo para a saída dos pacientes, orientado por profissionais do hospital.

Outra iniciativa adotada pelo Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idtech), organização responsável pela administração do HGG, para segurança dos pacientes foi a criação de um sistema eletrônico de monitoramento de acesso, que possibilita o controle da rotatividade de pessoas simultaneamente nas recepções. Com isso, é possível controlar o fluxo de pessoas no AMA, evitando aglomerações.



Quer receber notícias e novidades do Idtech diretamente no seu e-mail?

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

© IDTECH - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS