14/01/2022 - Colaboradores do HGG recebem reforço sobre orientações da NR-32 e biossegurança



Uso de adornos, vestimentas e descarte de materiais infectantes foram pautas do encontro

Na manhã desta quinta-feira, 13 de janeiro, os colaboradores do Hospital Estadual Alberto Rassi – HGG, em Goiânia, receberam a visita de membros da Comissão normativa NR-32 e Biossegurança, formado por enfermeiros e responsáveis dos Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT).

Durante a ação, a equipe visitou postos de enfermagem, alas da clínica médica, a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e centro cirúrgico. Em todas as paradas foram reforçadas as normativas sobre uso de adornos, adequações nas vestimentas e sobre o descarte de materiais infectantes e perfurocortantes.

O engenheiro de Segurança do Trabalho do HGG, Willder Bueno, conta que iniciativas como esta precisam ser realizadas constantemente em prol da segurança dos pacientes e colaboradores. "O intuito do diálogo de segurança é justamente para reforçar as instruções que já foram compartilhadas com os profissionais da instituição. A ideia é relembrar sempre. Qualquer descuido ou desatenção pode provocar um risco à saúde de ambos", explicou.

Já a enfermeira Fabrícia Cândida Faria, membro da comissão, ressalta que a assistência segura em saúde é primordial dentro de qualquer hospital. "O profissional de saúde está muito envolvido com o cuidado do seu paciente e acaba, muitas vezes, se esquecendo da sua própria proteção, do seu equipamento de proteção individual. Então, essas ações reforçam a necessidade do autocuidado com ele e com o paciente. Além disso, esses profissionais possuem à sua disposição ferramentas de notificação de condutas, que servem para informar qualquer tipo de procedimento fora do padrão que esteja impactando a assistência", pontuou. Todos os profissionais que participaram da abordagem ganharam um adesivo lúdico com a descrição "Eu sou zero adorno", em reconhecimento e atenção.



© IDTECH, Hospital Estadual Alberto Rassi/HGG, Hemocentro de Goiás - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS