31/01/2019 - Jovens do Case de Anápolis avaliam como positivas as mudanças realizadas pelo Idtech



Instituto aplicou duas pesquisas com os adolescentes, uma no início da gestão, em agosto de 2018, e a outra em dezembro de 2018. Satisfação dos jovens aumentou consideravelmente

Após seis meses de gestão do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) de Anápolis, o Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano – Idtech realizou, no final do mês de dezembro de 2018, uma pesquisa de satisfação com 41 adolescentes que cumprem medidas de internação na unidade.

A pesquisa pontuou 23 itens quanto à estrutura, organização, relacionamento com os servidores e colaboradores, alimentação, entre outros. Esta é a segunda sondagem de satisfação que o Idtech realizou dentro do Case. A primeira pesquisa foi aplicada em agosto de 2018.

Entre os melhores resultados estão os índices de satisfação em relação à alimentação, atividades de esporte e lazer, cursos e oficinas. Segundo os resultados, mais de 86% dos adolescentes aprovam a alimentação que recebem diariamente. Em agosto, apenas 18% dos jovens se diziam satisfeitos com as refeições. O resultado de dezembro representa um aumento de mais de 67% se comparado à primeira pesquisa.

Segundo o coordenador executivo do Idtech, José Cláudio Romero, o aumento significativo na satisfação dos adolescentes com a alimentação se deve às mudanças adotadas pelo Instituto, já que todas as refeições passaram a ser preparadas diariamente na cozinha do Case e distribuídas para os adolescentes e colaboradores.

“Quando assumimos a gestão do Case de Anápolis, a alimentação era fornecida por uma empresa terceirizada e constatamos que não havia uma preocupação com uma alimentação equilibrada e com a variação de cardápio. Uma das primeiras medidas adotadas pelo Idtech foi reestruturar a cozinha para iniciar a produção das refeições dentro da própria unidade, sob a supervisão de nutricionista e com normas adequadas de armazenamento e higiene”, explicou o coordenador executivo.

Atividades
Na primeira pesquisa, aplicada em agosto, os adolescentes demonstraram descontentes com as atividades oferecidas dentro do Case antes do Instituto assumir a gestão. Em relação às atividades físicas, os dados mostram um aumento de mais de 55% na satisfação dos jovens. Em agosto, 75% dos jovens estavam insatisfeitos com as atividades físicas e esportivas. Na última pesquisa, mais de 80% dos pesquisados aprovaram as atividades realizadas atualmente.

Até agosto, os jovens contavam somente com a atividade física vinculada à disciplina da escola, que era realizada em apenas um dia da semana. Agora, as atividades físicas entraram na rotina diária dos adolescentes, incluindo aos finais de semana.

Outro crescimento significativo em relação ao dia a dia da unidade foi a implantação de cursos e oficinas. Desde setembro, os adolescentes estão participando de oficinas de arte, como pintura em tela e confecção de artesanatos. Em dezembro, o Idtech iniciou também o curso profissionalizante de informática básica.

“Estou achanado a aula com pintura em tela interessante, é uma atividade diferente na rotina dos socioeducativos dos quais passei. Na internação anterior nós não tínhamos essas oportunidades que estamos tendo aqui no Case de Anápolis”, relatou um dos adolescentes durante depoimento.




© IDTECH, Hospital Estadual Alberto Rassi/HGG, Hemocentro de Goiás - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS