12/04/2019 - Juizado inicia Programa Gestão da Emoção no Case de Anápolis



Desenvolvido pela Escola da Inteligência do Instituto Augusto Cury, o primeiro encontro do Programa acontece nesta sexta-feira, 12 de abril, no Case

Nesta sexta-feira, 12 de abril, o Juizado da Infância e Juventude, coordenado pelo juiz Carlos Limongi Sterse, iniciará o Programa Gestão da Emoção, no Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) de Anápolis. Desenvolvido pela Escola da Inteligência do Instituto Augusto Cury, este primeiro encontro acontece de 14 horas às 17h30, com os colaboradores e posteriormente com os adolescentes. No total, serão 13 encontros.

De acordo com o juiz, o projeto tem o intuito de trabalhar a gestão da emoção com os adolescentes que cumprem medida socioeducativa na unidade e os colaboradores. “Nesse primeiro momento também será realizado um círculo da Justiça Restaurativa, tendo como facilitadoras técnicas da equipe interprofissional do Juizado”, explicou.

Sobre a Justiça Restaurativa

Em fevereiro, técnicas do juizado e a direção do Case se reuniram com o objetivo de conhecer esta nova modalidade de solução de conflitos que está sendo testada em Goiás pelo poder judiciário: a Justiça Restaurativa. A proposta é formar um comitê para aplicar as técnicas de solução de conflitos dentro da unidade socioeducativa de Anápolis.

A proposta da aplicabilidade do modelo dentro do Case é primeiro a de capacitar pessoas para que sejam facilitadoras, mediadoras para conduzirem o diálogo entre o ofensor e a vítima e que utilizem das várias ferramentas da justiça restaurativa na solução de conflitos entre as partes.

Serviço:
O que: Início do Programa Gestão da Emoção
Quando: 12 de abril
Que horas: das 14h às 17h30
Local: Case de Anápolis




© IDTECH, Hospital Estadual Alberto Rassi/HGG, Hemocentro de Goiás - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS