18/06/2019 - Hemocentro apoia ação alusiva ao Dia Mundial de Conscientização da Doença Falciforme



Evento será no dia 17 de junho no Lago das Rosas, entre 7h e 9h

Na semana em que é comemorado o Dia Mundial de Conscientização da Doença Falciforme, o Hemocentro, em parceria com a Associação de Anemia Falciforme Karoliny Vitória Aparecida de Goiânia (AAFKVAPG), realizam uma ação para orientar a população sobre a doença. O evento acontece nesta segunda-feira, 17 de junho, no Lago das Rosas, das 7h às 9h. Serão distribuídos panfletos informando sobre a importância do diagnóstico e tratamento precoce da doença, além de divulgar os serviços oferecidos pela unidade, que é referência.
Denyse Goulart, assessora técnica do Hemocentro, esclareceu que os portadores de Anemia Falciforme recebem atendimento multidisciplinar na unidade composto de hematologia, enfermagem, nutrição, fisioterapia, farmácia, odontologia, serviço social e psicologia.
Durante toda a semana acontecerão ações de conscientização. Entre os dias 19 e 22 de junho, a Associação de Anemia Falciforme Karoliny Vitória, distribuirá panfletos informativos em diferentes locais das cidades de Goiânia e Aparecida de Goiânia, com o intuito de alertar que a importância da realização do teste do pezinho, que é o exame que identifica a presença da doença em recém-nascidos com até 29 dias de vida.

A DOENÇA FALCIFORME

É uma doença hereditária, ou seja, as pessoas já nascem com ela. É o resultado de uma modificação genética do Gene (DNA) que, no lugar de produzir hemoglobina A dentro dos glóbulos vermelhos ou hemácias, produz outro, denominado S (HbS). Assim, a doença falciforme é a denominação usada para caracterizar uma doença causada pela presença de HbS nos glóbulos vermelhos de um indivíduo. Se uma pessoa recebe um gene do pai e outro da mãe, que produzem a hemoglobina S, ela possui um padrão genético SS, causador da Anemia Falciforme, que é um tipo de Doença Falciforme, o tipo homozigoto (HbSS).

A Doença Falciforme teve sua origem na África. No Brasil, essa doença é muito presente devido ao elevado número de africanos. A população afrodescendente é afligida por um grupo de moléstias relevantes, entre as quais está a Doença Falciforme. Por esta razão, foi estabelecida, em 2005, a Política Nacional de Atenção Integral às Pessoas com Doença Falciforme, que faz parte da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da População Negra.


Serviço:
Ação alusiva ao Dia Mundial de Conscientização da Doença Falciforme
Quando: 17 de junho
Horário: das 7h às 9h
Local: Lago das Rosas (ao lado da bilheteria)




© IDTECH, Hospital Estadual Alberto Rassi/HGG, Hemocentro de Goiás - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS