24/07/2019 - Curso itinerante pioneiro no país, realizado no HGG, discutiu Endocrinologia Feminina e Andrologia



Evento será realizado em mais três capitais do País e tratou de temas polêmicos

O Hospital Estadual Alberto Rassi – HGG foi o primeiro do país a receber, nos dias 19 e 20 de julho, o Curso Itinerante de Endocrinologia Feminina e Andrologia (CIEFA), realizado pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM). Serão realizadas mais quatro edições, sendo uma em São Paulo ainda neste semestre, e duas no próximo ano, em capitais ainda não definidas. O evento, que contou com médicos endocrinologistas e residentes do HGG e do Hospital das Clínicas, da Universidade Federal de Goiás (UFG), teve como foco a atualização sobre endocrinologia feminina e Andrologia, que segundo a endocrinologista e preceptora do HC e do HGG, Daniela Pultrini Viggiano, é pouco trabalhada na formação acadêmica. “Esse evento é um curso de atualização que é focado mais para a residência médica mas foi aberto aos endocrinologistas também, de uma forma geral, aqui da nossa região, enfocando um tema que é bastante controverso e novo, como uma forma de atualização e um tema que é um pouco deficiente na nossa formação. Por ser um tema novo, esse curso tem o objetivo de atualizar e aprimorar nosso conhecimento.”

Ela diz ainda que o tema é polêmico e que o curso teve o objetivo de esclarecer estudantes e profissionais sobre o assunto. “Hoje é muito polêmico alguns tópicos, se a gente faz reposições (hormonais), que tipo de reposições a gente faz, tanto na mulher quanto no homem, e quando fazer e de forma correta, para a gente não trazer a latrogenia. É um tema polêmico e está em alta porque a gente tem, infelizmente, muitos profissionais usando de forma errada, para academia, performance, prometendo a vitalidade eterna. Então esse curso visa dar um embasamento científico do que a gente tem de benefício para nosso paciente.”

Um dos palestrantes, o baiano Alexis Guedes, segue a mesma linha de raciocínio. “A importância é disseminar, dentro da endocrinologia, o conhecimento de uma área que acaba sendo um pouco mais restrita, uma área que outras especialidades até mexeram um pouco, o pessoal da urologia, da ginecologia, que é uma área de formação do endocrinologista, então estamos trazendo para vários locais esse curso avançado”.




© IDTECH, Hospital Estadual Alberto Rassi/HGG, Hemocentro de Goiás - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS