30/09/2019 - HGG pleiteia certificação internacional na área da tecnologia da informação



Avaliação para certificação possui sete estágios

O Hospital Estadual Alberto Rassi – HGG está pleiteando certificação internacional na área da Tecnologia da Informação (TI) em saúde conferida pela Health Information and Management Systems Society (HIMSS). A certificação tem 7 estágios e o objetivo de estimular o uso da TI pelo setor de saúde. Ela comprova que o hospital é informatizado e garante maior segurança aos pacientes provendo qualidade assistencial diferenciada.

A avaliação da HIMSS é composta por três fases. Na primeira, o hospital deve responder a um questionário subjetivo, cujas respostas são processadas eletronicamente para, ao final, indicar em que estágio o hospital possivelmente está. A segunda fase se dá por meio do preenchimento de outro questionário subjetivo (de 60 questões e muito mais aprofundado), que será avaliado pela equipe HIMSS Analytics, e uma web conferência. Já na terceira e última fase acontece uma vista in loco à instituição por auditores da HIMSS, que percorrem todo o hospital, conversando com enfermeiros, médicos, recepcionistas e pacientes para, só então, decidir pela certificação e em qual nível chancelá-lo.

Atualmente o HGG está no estágio 4. De acordo com o Coordenador de Tecnologia da Informação do Hospital Alberto Rassi – administrado pelo Instituto Tecnológico e Humano (Idtech), Edgar Rodrigues, a unidade já cumpriu vários requisitos como sistema para laboratórios, radiologia, farmácia já instalados, com os resultados de exames disponíveis na web a partir de prestadores de serviços externos, intercâmbio de informação clínica-assistencial, sistema de prescrição e pedidos de exames instalados nas áreas assistenciais, sistema de apoio à tomada de decisão baseado em protocolos clínicos, dispensação à beira leito, entre outros.

Sobre a HIMSS

A Health Information and Management Systems Society (HIMSS) é uma associação internacional de prestígio perante o setor da saúde. Fundada na década de 1960, em Chicago, a HIMSS hoje já atua em todos os pontos do mundo. Quando o assunto é TI em saúde, essa é a certificação mais desejada. Para se ter uma ideia do nível dificuldade na obtenção desse reconhecimento, o número de instituições brasileiras que alcançaram seu penúltimo nível nível 6 não passam de uma dezena.

O modelo EMRAM, base para a certificação da HIMSS, teve sua primeira versão lançada em 2005. É composto por oito níveis crescentes de digitalização dos serviços de saúde, sendo o primeiro estágio 0 e o último, de número 7. Tratam-se, portanto, de estágios progressivos, com requisitos mínimos para enquadramento em cada patamar.






Quer receber notícias e novidades do Idtech diretamente no seu e-mail?

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

© IDTECH, Hospital Estadual Alberto Rassi/HGG, Hemocentro de Goiás - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS