30/09/2019 - Auditoria Fiscal do Trabalho da SRT/GO realiza programa de Capacitação Fiscal Multidisciplinar para 46 unidades de saúde do Estado



Evento ocorrerá no dia 1º de outubro, no Auditório Dr. Luiz Rassi do HGG

A Auditoria Fiscal do Trabalho da Superintendência Regional do Trabalho em Goiás (SRT/GO) realiza, na próxima terça-feira (1º), o programa de Capacitação Fiscal Multidisciplinar de Saúde e Segurança do Trabalho para gestores, diretores e responsáveis técnicos da área de segurança do trabalho de 46 unidades de saúde instaladas no Estado. O evento ocorrerá a partir das 8 horas, no auditório Dr. Luiz Rassi, no quinto andar do Hospital Estadual Alberto Rassi – HGG.

Na ocasião, os gestores e responsáveis técnicos das unidades receberão cursos de capacitação, que serão ministrados por auditores fiscais do trabalho e especialistas. A ideia é que as unidades de saúde consigam identificar problemas de falta de segurança do trabalho, diagnosticar riscos e perigos ocupacionais, planejar ações preventivas e corretivas de segurança do trabalho para depois executá-las e mantê-las. A Auditoria Fiscal do Trabalho notificou o Programa de Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde (PGRSS), o Prontuário de Instalações Elétricas e o Protocolo de Segurança do Trabalho da Farmácia Hospitalar.

Segundo a coordenadora das Auditorias Fiscais do Trabalho nos Estabelecimentos de Saúde da SRT/GO, auditora fiscal do trabalho Jacqueline Carrijo, o objetivo principal da notificação é a redução dos índices de adoecimento dos trabalhadores da saúde e prevenção de acidentes ocupacionais. “Conforme notícias e dados oficiais de acidentalidade, os profissionais de saúde estão entre os trabalhadores que mais adoecem em razão do trabalho”, diz a coordenadora.

A falta de segurança do trabalho constatada pelos auditores do trabalho nos estabelecimentos de saúde já motivaram interdições em unidades como o Hospital Materno-Infantil (HMI) em abril deste ano, o Hospital de Urgência de Goiânia (Hugo) no ano passado, assim como o Cais Garavelo, em Aparecida de Goiânia, em 2014.

Entre os temas a serem tratados na capacitação fiscal estão os resíduos dos serviços saúde, as instalações elétricas, as farmácias hospitalares e os processos de trabalho envolvendo medicamentos e correlatos. “Em razão da relevância desses temas para a saúde e segurança dos trabalhadores, que mostram também a sua importância para a segurança do paciente e ambiental, a Coordenação das Auditorias Fiscais do Trabalho notificou 46 hospitais para a fiscalização indireta”, pontua Jacqueline, que ressalta a necessidade de identificação de riscos, perigos existentes, elaboração, apresentação e desenvolvimento eficaz do Programa de Gerenciamento de Resíduos dos Serviços de Saúde (PGRSS), do Prontuário de Instalações Elétricas e do Protocolo de Segurança do Trabalho da Farmácia Hospitalar.

A capacitação fiscal integra o Termo de Notificação nº1/2019 e o não comparecimento motivará autuação, com encaminhamento dos documentos fiscais ao Ministério Público Federal (MPF), que acompanha a auditoria indireta.

Exposição

Durante o evento será lançada a exposição “Encontros”, dos artistas plásticos Pedro Galvão e Alessandra Teles. Nela, os visitantes poderão obervar o contraste entre o cotidiano urbano registrado por Pedro com a cultura dos índios na região do Rio Araguaia e a fauna aquática da região, parte dela ameaçada de extinção, sob o olhar de Alessandra Teles. A mostra está disponível para visitação no 5º andar do HGG, na Galeria de Arte Juca de Lima.




© IDTECH, Hospital Estadual Alberto Rassi/HGG, Hemocentro de Goiás - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS