11/11/2019 - Diagnósticos e orientações marcam edição do Saúde na Praça sobre Diabetes



Ação, que atendeu 224 pessoas em uma manhã, faz alusão ao Dia de Combate ao Diabetes, celebrado no dia 14 de novembro

“É interessante porque a gente vai aprendendo cada vez mais e adquirindo mais conhecimento. O tratamento é diferenciado. Eu gosto muito daqui, da convivência com todo mundo, com os pacientes da nossa ala, com os médicos, especialistas. Fico muito feliz de estar aqui.” A fala do vendedor ambulante José Eurípedes Soares, de 65 anos, exprime bem o intuito do projeto Saúde na Praça, do Hospital Estadual Alberto Rassi – HGG, que na edição da última quinta-feira, dia 7 de novembro, teve como tema o diabetes. José Eurípedes fazia exercícios para as pernas em um dos equipamentos instalados na Praça Abrão Rassi, em frente ao hospital.

A ação, que antecede ao Dia Mundial de Combate ao Diabetes, celebrado no dia 14, contou com orientações como a citada pelo vendedor e vários serviços como teste de diabetes, aferição de pressão arterial e exame de fundo de olho. Já as orientações foram referentes à nutrição, fisioterapia, fonoaudiologia, psicologia, enfermagem e endocrinologia. Paciente do Centro de Estadual de Atenção ao Diabetes (Cead), unidade do HGG, José Eurípedes já sente os resultados das orientações que recebeu. “Já recuperei as pernas, que têm circulação muito boa agora. Já sinto os meus pés. Estava atacando muito a coluna também e ela estava afetando o corpo todo. Consegui emagrecer também com a (ajuda da) nutricionista, que é muito importante. Tinha uma alimentação boba porque eu moro só. Aí comecei a me cuidar mais.”

Outro ponto que chamou a atenção do paciente foi o cuidado com os pés, motivo de problema de um em cada quatro diabéticos, segundo a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM). O CEAD oferece tratamento com especialistas para o pé diabético. “Aqui tem especialistas que cuidam dos pés, que vão orientando. Nossa, foram anjos que caíram do céu”, finaliza.

Já Vilma Alves de Souza, de 49 anos, aproveitou que tinha ido ao HGG para marcar uma consulta para o irmão e passou pelos atendimentos do Saúde na Praça, como outras 223 pessoas que foram atendidas pelos profissionais que estavam no local. Ao fazer o exame, descobriu que estava com o diabetes alto. “Fiz o teste de diabetes, o do olho, a pressão e agora quero passar pela nutricionista, porque o diabetes está alto”, diz Vilma, que disse dar nota 10 para o atendimento do hospital. “Se eu pudesse eu dava mil, como não pode, dou dez. Aqui (o hospital) salvou meu irmão. O HGG está de parabéns.”

Color Race
Ainda dentro da programação especial do Dia de Combate ao Diabetes e com o intuito de despertar a sociedade para a importância da atividade física para controle da doença, o Cead realiza no domingo, 10 de novembro, às 8 horas, a Color Race - Colorindo a Vida Sem Diabetes. O evento, que terá 5 quilômetros de corrida, ocorrerá no Passeio das Águas Shopping, terminará com uma grande festa e uma explosão de cores.




© IDTECH, Hospital Estadual Alberto Rassi/HGG, Hemocentro de Goiás - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS